Print Friendly, PDF & Email

Em  1953, abriu-se, em Esgueira, Aveiro, a Casa do Sagrado Coração. Apesar de velha e abandonada, a casa tornou-se habitável, graças ao entusiasmo e dinamismo do Pe. Luís Celato, e funcionou, durante meia dúzia de anos, como Seminário Menor. Em fevereiro de 1959, todos os seminaristas que estavam na Casa do Sagrado Coração foram transferidos para o Seminário Missionário Padre Dehon, na Boavista (Porto).

Foi também nesse ano de 1959 que se iniciou o primeiro curso de noviciado, na Casa do Sagrado Coração, sob a orientação do Pe. António Colombi. Até então, os candidatos faziam o noviciado e os estudos filosófico-teológicos em Itália.

Durante muitos anos o noviciado funcionou numa antiga casa situada num dos extremos da propriedade. Com o passar dos anos a casa deixou de oferecer condições de espaço e de habitabilidade para albergar os noviços. Nos inícios dos anos oitenta, decidiu-se vender essa casa e uma faixa de terreno junto à estrada, para poder construir o novo edifício, erguido no centro da propriedade, destinado ao funcionamento do noviciado e outras atividades da Província: retiros, encontros, reuniões, etc. A nova Casa do Sagrado Coração foi inaugurada em 1985.

Desde a abertura da Casa do Sagrado Coração, em 1953, os religiosos e noviços mantêm uma estreita colaboração pastoral com as paróquias vizinhas. A 29 de novembro de 1989 o cuidado pastoral da Paróquia de Eixo, nos arredores da cidade, foi confiado à Comunidade. A 14 de setembro de 2013 a Comunidade de Aveiro assumiu a Paróquia de Esgueira e entregou à Diocese o cuidado pastoral da Paróquia de Eixo.