Print Friendly, PDF & Email

Religiosos dehonianos vindos do Porto, Aveiro, Coimbra e Algarve juntaram-se, em grande número, no Seminário Nossa Senhora de Fátima, em Alfragide, para assinalar o "Dia da Província". Com esta celebração pretende-se festejar o aniversário da fundação da Província Portuguesa dos Sacerdotes do Coração de Jesus – Dehonianos, canonicamente erecta a 27 de Dezembro de 1966. Recorde-se que a presença dos Dehonianos em Portugal remonta ao ano de 1946 quando chegaram a Lisboa, vindos de Itália, os dois fundadores encarregados de implantar a Congregação em Portugal: o Pe. Gastão Canova e o Pe. Ângelo Colombo.

A Festa começou com a recitação solene das Laudes, às 8.30 horas. Às 10.00 horas teve início a sessão comemorativa no anfiteatro do Seminário, presidida por D. Manuel Neto Quintas. Depois da mensagem de abertura proferidas pelo Bispo Auxiliar do Algarve e das palavras de saudação do Superior Provincial, Pe. Manuel Barbosa, que leu uma mensagem do Superior Geral, Pe. José Ornelas, seguiu-se a exibição do trabalho em powerpoint "Quero rever a minha vida", sobre o Pe. Dehon e a Congregação. Passou-se depois à homenagem aos jubilados da Província através da visualização de um powerpoint, da apresentação do opúsculo "Jubileus 2003" e do breve testemunho de cada um dos jubilados. Antes da entrega de lembranças aos jubilados foram apresentados alguns flashes sobre a nova missão SCJ em Angola.

Era já próximo do meio-dia quando se deu início à celebração da Eucaristia, presidida por D. Manuel Quintas. Na homilia reflectiu sobre o sentido da festa litúrgica que hoje se celebra na Igreja – S. João, Evangelista – e sobre o facto de se assinalar, neste dia, o aniversário da Província e dos diversos jubileus. Tudo isso deve ser motivo de alegria, felicidade e acção de graças, sublinhou o bispo.
O almoço de confraternização e o convívio encerraram as comemorações.

| Zeferino Policarpo, scj |