Print Friendly, PDF & Email

16 Et erit firmamentum in terra in summis montium superextolletur super Libanum fructus eius et florebunt de civitate sicut faenum terrae 17 sit nomen eius benedictum in saecula ante solem permanet nomen eius et benedicentur in ipso omnes tribus terrae omnes gentes beatificabunt eum (Sl 71, 16-17).
 

16 Haja na terra abundância de cereais, que ondulem até aos cimos dos montes; seja a sua messe como o Líbano, e das cidades floresçam os habitantes como a erva da terra. 17 Subsista para sempre o seu nome e prospere enquanto resplandecer o sol; nele sejam abençoados todos os homens, e as nações lhe chamem bem-aventurado (Sl 71, 16-17).
 

Primeiro Prelúdio. Muitas vezes Deus nos prometeu pelos patriarcas e pelos profetas bênçãos maravilhosas para os tempos da redenção. Podemos ver no Sl 71 o Coração de Jesus semelhante ao sol que faz desabrochar as flores e amadurecer os frutos.

Segundo Prelúdio. Radioso sol do divino Coração iluminai, aquecei e fecundai o meu coração.

PRIMEIRO PONTO: Carta de Margarida Maria ao P. Cláudio de la Colombière. – O P. Cláudio sabia melhor que ninguém quanto a devoção ao Sagrado Coração era rica em bênçãos, Margarida Maria tinha-lhe comunicado promessas que tinha recebido de Nosso Senhor. – «Que não lhe posso contar, escrevia-lhe, tudo o que sei desta amável devoção ao Sagrado Coração de Jesus, e descobrir a toda a terra os tesouros de graças que Jesus Cristo encerra neste Coração adorável, e que tem o desígnio de espalhar com profusão sobre todos os que a praticarem!…
Os tesouros de bênçãos e de graças que este Sagrado Coração encerra são infinitos; desconheço que haja um exercício de devoção na vida espiritual, que seja mais apropriado para elevar em pouco tempo uma alma à mais alta perfeição e lhe fazer saborear as verdadeiras delícias que se encontra no serviço de Jesus Cristo…
Fazei de modo a que as pessoas religiosas a abracem, porque dela retirarão tantos socorros que não seria necessário outro meio para restabelecer o primeiro fervor e a mais exacta regularidade nas comunidades menos regradas, e para levar ao cúmulo da perfeição aquelas que vivem na mais exacta regularidade.

SEGUNDO PONTO: Promessas especiais. – Margarida Maria anunciava também ao P. Cláudio graças especiais para os apóstolos do Sagrado Coração, para as pessoas seculares, para a boa morte. – «O meu divino Salvador, escrevia, deu-me a entender que aqueles que trabalham pela salvação das almas terão a arte de tocar nos corações mais endurecidos e trabalharão com um sucesso maravilhoso, se estiverem eles mesmos penetrados de uma terna devoção ao seu divino coração. – Para as pessoas seculares, encontrarão por meio desta amável devoção todos os socorros necessários ao seu estado; isto é, a paz nas suas famílias, o alívio nos seus trabalhos, a bênção do céu em todos os seus empreendimentos, a consolação nas suas misérias; e é propriamente neste Sagrado Coração que hão-de encontrar o seu refúgio durante toda a sua vida e principalmente na hora da sua morte. Ah! Como é doce morrer depois de ter tido uma constante devoção ao Coração daquele que nos deve julgar! – Finalmente, é visível que não haveria ninguém no mundo que não ressentisse todas as espécies de socorro do céu, se tivesse por Jesus Cristo um amor reconhecido tal como é aquele que se testemunha pela devoção ao seu Sagrado Coração».

TERCEIRO PONTO: Carta à madre Greyfié. – Estas promessas de bênçãos são repetidas, com mais insistência ainda se é possível, numa carta à madre Greyfié. – «Se soubésseis, diz Margarida Maria, como me sinto pressionada para amar o Sagrado Coração de Nosso Senhor Jesus Cristo! Ele gratificou-me com uma visita que me foi extremamente favorável pelas boas impressões que deixou no meu coração. Então confirmou-me que o prazer que recebe de ser amado, conhecido e honrado pelas suas criaturas é tão grande que, se não me engano, me prometeu que todos os que lhe tiverem sido devotos e consagrados jamais hão-de perecer; e que, como é a fonte de todas as bênçãos, as expandirá com abundância em todos os lugares em que for colocada e honrada a imagem do seu divino Coração; que reunirá as famílias divididas e protegerá e assistirá aquelas que estiverem em alguma necessidade e que a ele se dirigirem com confiança; que espalhará a suave unção da sua ardente caridade sobre todas as comunidades que o honrarem e se colocarem sob a sua especial protecção; que delas desviará todos os golpes da justiça divina, para as repor em graça quando dela decaírem. Deu-me a conhecer que o seu Sagrado Coração é o Santo dos Santos, o Santo do amor! Que queria que fosse conhecido no presente para o Mediador entre Deus e os homens, porque é todo-poderoso para fazer a sua paz afastando os castigos que os nossos pecados atraíram, e para nos obter misericórdia».
É surpreendente que o P. de la Colombière, tendo tido conhecimento das maravilhosas promessas de Nosso Senhor, tenha chamado o Sagrado Coração a fonte de todas as bênçãos? Sim, a devoção ao Sagrado Coração é o pleno desenvolvimento da profecia de David que nos mostra o reino /675 de Cristo dando montanhas de frutos altos como o Líbano e molhos de flores abundantes como a erva dos campos.
Mas para participar nestas bênçãos, não esqueçamos a condição: é preciso que sejamos verdadeiramente devotos e consagrados ao Sagrado Coração.

Resoluções. – Crescer no vosso amor, Senhor, é a bênção que eu peço antes de tudo. Sair da tibieza, avançar na perfeição, é o meu mais ardente desejo. Para isso quero-vos consagrar sempre mais fielmente os meus pensamentos, as minhas disposições, as minhas acções.

Colóquio com o Sagrado Coração.