Print Friendly, PDF & Email

O P. Heiner Wilmer, antigo Superior Geral da Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus – Dehonianos – foi ordenado bispo no passado dia 1 de Setembro, pelas 10h00 da manhã, na Catedral de Hildesheim, na Alemanha, tendo também tomado posse como bispo da mesma Diocese.

A celebração foi solene – durou quase 4 horas – e nela tomaram parte muitos bispos, padres, religiosos e milhares de leigos. Os bispos vieram um pouco do mundo inteiro, entre os quais se encontravam alguns Dehonianos. Houve uma presença muito significativa de bispos de outras confissões religiosas, dando um cunho particularmente ecuménico à celebração. Estiveram presentes muitos Dehonianos, da Província da Alemanha, de Roma e de diversas Províncias, tanto da Europa como de outras partes do mundo. De Portugal foram D. José Ornelas, Bispo de Setúbal, e o P. José Agostinho Sousa, Superior Provincial.

A celebração foi superiormente solenizada pelos cânticos do imenso coro e orquestra, que em muito ajudou a numerosa assembleia a viver intensamente todos os momentos. Os muitos discursos finais é que prolongaram de forma significativa a celebração. Honra lhe seja feita, o P. Carlos Luis Suárez, nosso Superior Geral, foi o mais poupado nas palavras, proferidas em alemão, como os restantes discursos de políticos e de eclesiásticos.

A Catedral de Hildesheim foi pequena para tanta gente quis marcar presença neste momento tão especialmente solene para a Diocese. Cá fora estavam montadas tendas, mesas e ecrãs gigantes, para que todos pudessem acompanhar de perto a celebração. Foi nesse espaço que foi feito o convívio que se seguiu. Havia comida e bebida para toda a gente, à moda alemã. Alguns de nós mal tivemos tempo para saborear os petiscos, porque era necessário fazer de imediato a viagem de regresso.

Para a história fica um belo momento de celebração e de confraternização. E fica a certeza da nossa união fraterna na oração, pedindo ao Senhor que cumule das suas melhores bênçãos e graças D. Heiner Wilmer, novo Bispo de Hildesheim, para que possa ali continuar a ser profeta do amor e da misericórdia do Coração de Jesus.

Pe. José Agostinho Sousa