Print Friendly, PDF & Email

Ao regressar da Jornada Mundial da Juventude no Panamá continua a vir-me à memória esse Sim de Maria que deu origem à história de amor no mundo e que foi lema desta Jornada: “Eis a serva do Senhor, faça-se em mim a tua palavra”.

Estes foram dias que, apesar do calor, foram vividos muito intensamente tanto pessoalmente como em grupo. Senti de facto que fazemos parte de algo muito grande e que não faz sentido pensarmos apenas em nós. Experimentei o que é viver em igreja e ao escutar a mensagem do Papa Francisco de que os jovens não são o futuro da Igreja, são o presente, percebi que o desafio a nos deixarmos constantemente surpreender por Cristo é algo que deveria estar sempre presente nas nossas vidas.

Estes dias de alegria e de encontro com o Senhor tiveram o seu cume na celebração da Eucaristia para todos os peregrinos presentes, onde foi anunciado algo à muito ansiado: a próxima Jornada Mundial da Juventude será em Lisboa em 2022. Este anúncio é ao mesmo tempo um motivo de orgulho e um desafio: a repensarmos qual é de facto o papel dos jovens na construção da Igreja e da sociedade.

Fica assim a expectativa de uma juventude alimentada pelo despojo do supérfluo e preenchida de um protagonismo cristão e social que brote das palavras de Maria no seu  “sim” a Deus: “Faça-se em mim a tua palavra”.

Agradeço a quem me proporcionou esta experiência de encontro com Cristo, ao grupo da Pastoral Juvenil do Algarve onde me inseri para esta participação, à comunidade, mas sobretudo a Deus que constantemente nos convoca e nos chama.

Pe. Adelino