Print Friendly, PDF & Email

A Santíssima Trindade é a manifestação do amor inesgotável de Deus. Ele é Pai criador mas também Irmão redentor e Espírito santificador. Tudo isto porque é Amor:
Perguntaram-me quem é Deus. Eu, alegre, respondi que era a melhor melodia que até agora já ouvi. Mas um surdo ali estava, e para ele olhei. Compreendi que estava errada esta resposta que inventei. Pensei então que Deus era palavra ou poesia, mas o surdo também não falava e conhecer tal Deus não podia. Que pergunta mais difícil! Como O irei definir? Talvez a melhor sensação que alguém possa sentir. Minhas mãos arrepiaram-se e começaram a tremer; quantos homens como eu, que nem mãos chegaram a ter? Talvez o melhor perfume, o melhor cheiro ou algo parecido, mas parece não haver nenhum que afinal não seja enjoativo. A coisa mais saborosa não será, pois a minha língua pode mostrar que nem sempre é capaz de saborear. Só me falta um sentido, este, com certeza, servirá: Deus é a luz que nunca se apagará. Mas como pode um cego este Deus experimentar? Procurarei outra resposta que a todos possa contentar. Quem é Deus? Pois já sei o que responder e toda a gente será capaz de entender: Não é música, nem poesia, nem luz, mas seja para quem for, Deus é mais do que um amigo, Deus é amor.

Pe. José David Quintal Vieira, scj
davidvieira@netmadeira.com