Print Friendly, PDF & Email

No passado dia 12 de outubro, com o apoio da Associação dos Antigos Alunos do Seminário Missionário Pe. Dehon (AAASMPD), realizou-se um encontro/convívio entre os alunos da turma 1993/1996, para comemorar o vigésimo quinto aniversário de entrada neste Seminário. Neste reencontro, estiveram presentes vinte e cinco elementos (o formador, o Pe. José Agostinho, e 24 dos 32 seminaristas que entraram a 19 de setembro de 1993).

Este encontro iniciou-se com o acolhimento, por volta das 20:30. A primeira reação foi a de reviver e recontactar com aqueles que partilharam a mesma experiência de vida. Após o acolhimento, encaminhamo-nos para a Capela do Seminário para um momento de oração, de partilha e de ação de graças pelo toque de Deus na vida destes homens ali presentes, bem como àqueles que, por motivos pessoais, não se puderam juntar. Este momento de oração foi presidido pelo único sacerdote dehoniano desta turma que Deus chamou para o trabalho na Sua messe, o Pe. José Domingos. Concomitantemente houve a partilha de um testemunho acerca da experiência no seminário e que é aqui parcialmente transcrito:

“Ser seminarista dehoniano marcou (e continuará) a minha vida, a minha personalidade, a minha forma de ver o mundo. Primeiramente porque foi uma experiência de amadurecimento humano a nível pessoal, social, psicológico e espiritual. Em segundo lugar, a partir de uma afirmação de um formador (“mais vale um bom leigo a um mau padre”), constatamos que a missão deste seminário foi a de formar homens. O fruto desse trabalho pode ser medido pelo papel ativo e relevante nas comunidades paroquiais em que estão inseridos. Ou seja, são capazes de se darem aos outros, aplicando a oblação que o Pe. Dehon procurou que fosse o centro da vida dos religiosos dehonianos. Em terceiro lugar, este Seminário é sentido como sendo a nossa casa e a prova disso é a presença de quase todos os seminaristas desta turma.

Em suma, ter entrado para o Seminário foi uma oportunidade que Deus nos deu para crescer como seres humanos, de sermos semente boa para a seara do Senhor e sentir esta casa também como nossa, pois muitas das recordações da adolescência foram passadas nesta casa. Para finalizar apenas um agradecimento ao Pe. Fernando Ribeiro pelo papelzinho naquela aula de EMRC. Esse foi o bilhete para se poder ser melhor ser humano neste mundo.”

Após este momento dirigimo-nos para o refeitório para podermos confraternizar e reconfortar, ao mesmo tempo, o estômago. Muitos antigos episódios foram relembrados, muitas gargalhadas surgiram. Depois veio a reportagem fotográfica para aumentar o saudosismo que sempre existe e as aventuras vividas. Para findar, e antes de serem sopradas as vinte e cinco velas, o Presidente da AAASMPD, o colega de turma Hugo Manuel, congratulou-se quer pelo dinamismo desta turma na associação e que mais se possam juntar, quer pela disponibilidade e colaboração do superior do Seminário Pe. Dehon, o Pe. Loureiro, para a execução deste encontro. Foi reforçado que a presença destes antigos seminaristas mostra que sentem esta casa como sua e que estará sempre aberta.

Luís Filipe Moutinho do Couto, seminarista nos anos 1993-1996

 

Flickr Album Gallery Powered By: WP Frank