Print Friendly, PDF & Email

APEL – 25 anos de vida

A APEL – Associação Promotora do Ensino Livre – está a celebrar os seus 25 anos de existência. No próximo dia 22 de Julho haverá uma sessão solene, presidida pelo Bispo do Funchal, D. Teodoro de Faria, com a presença de Superior Geral (Pe. José Ornelas), do Superior Provincial (Pe. Manuel Barbosa), do Presidente do Governo Regional da Madeira (Dr. Alberto João Jardim), dos antigos Directores da APEL, bem como muitas outras pessoas ligadas a esta Escola Secundário dirigida pela Congregação. O programa das celebrações é o seguinte:

– 18.00 = Recepção
– 18.30 = Sessão Solene
– 19.30 = Imposição de distinções aos fundadores, professores e funcionários com 25 anos de dedicação à APEL
– 20.00 = Pôr-do-sol (copo d’agua).

A APEL foi criada em fins de 1975. Nasceu no Funchal, numa circunstância política nacional bem precisa. De facto, após a revolução de 25 de Abril de 1974 o país viveu tempos difíceis. Essas dificuldades fizeram-se também sentir na organização e funcionamento das escolas públicas. A Associação nasceu para colmatar essa problemática escolar e garantir um ensino de qualidade aos alunos que terminavam a escolaridade básica.
São sócios fundadores da Associação: a Província Portuguesa SCJ, o Colégio Missionário, o Colégio do Infante (ambos pertencentes aos dehonianos), a diocese do Funchal e associações de pais de alguns colégios do Funchal. Criada a associação, nasce, pouco depois, a Escola APEL, na cidade do Funchal, destinada a alunos do ensino Secundário. Rapidamente a APEL impôs-se no panorama escolar. O Pe. Mário Casagrande, dehoniano, foi a alma deste projecto. Ao longo destes anos as instalações foram continuamente renovadas e ampliadas. A escola impõe-se não só pelo qualidade e nível de ensino, mas também pela seu espírito de iniciativa e criatividade como forma de responder ao desafios da população escolar. Frequentam a escola cerca de mil alunos.

Encontro Internacional da Juventude Dehoniana

Decorrerá de 1 a 11 de Agosto, em Handrup, na Alemanha, o Encontro Internacional da Juventude Dehoniana. Portugal far-se-á representar com um grupo de 40 pessoas onde se incluem 6 religiosos e 34 jovens ligados à Pastoral Juvenil Dehoniana. A representação portuguesa inclui jovens dos centros de pastoral juvenil do Porto, Lisboa e Funchal.
O encontro da Alemanha tem vindo a ser preparado a nível local através de diversas reuniões com participantes, nos respectivos centros. No dia 1 de Agosto haverá uma celebração conjunta no Seminário Nossa Senhora de Fátima, presidida pelo Superior Provincial, Pe. Manuel Barbosa, seguindo-se a partida para a Alemanha, de avião.

Ordenação Diaconal

No próximo dia 26 de Julho o João Nélio e o Nélio Luciano serão ordenados diáconos na Sé do Funchal, por D. Teodoro de Faria.
O Paulo Jorge será também ordenado diácono a 14 de Setembro. Esta Ordenação coincide com a inauguração do Centro de Espiritualidade Betânia.
Este centro, situado em Duas Igrejas (Paredes) cujas obras de construção tiveram início há cerca de dois anos, destina-se a funcionar como espaço de irradiação da espiritualidade dehoniana, sobretudo em actividades com os Grupos Missionários e com os jovens. Estará capacitado para acolher grupos de 30 a 40 pessoas. Possui quinze quartos, um salão para 300 pessoas, um amplo refeitório e bar contíguo, uma capela e diversas salas de apoio.
O espaço arborizado em torno do edifício proporciona um ambiente de recolhimento e reflexão que esperemos possa a ser de grande proveito a todos os grupos que quiserem usufruir deste novo Centro de Espiritualidade criado pela Congregação.
 

| Zeferino Policarpo, scj |