Print Friendly, PDF & Email

De 9 a 18 de março de 2018, o P. Heiner Wilmer, Superior Geral da Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus – Dehonianos – estará de visita à Província Portuguesa da mesma Congregação. O P. Heiner Wilmer faz-se acompanhar do P. Artur Sanecki, Conselheiro Geral, oriundo da Província da Polónia.

O P. Heiner e o P. Artur irão concentrar esta sua visita em três centros: Lisboa, Porto e Madeira.

A visita do Superior Geral a uma Província, Região, Distrito ou Missão constitui sempre um momento importante na vida dessa Entidade. É sobretudo um tempo de comunhão com toda a Congregação, presente em mais de quarenta países no mundo inteiro. Mas é também uma oportunidade para dialogar e refletir, pensando juntos caminhos novos e renovados desafios que nos permitam responder cada vez com mais generosidade e fidelidade ao Senhor que nos convoca para a Missão.

Acompanhamos com a nossa oração esta visita fraterna, pedindo ao Senhor que produza abundantes frutos, para o bem da Congregação, da Igreja e da Humanidade que nos propomos servir.

 

Pe. José Agostinho Sousa

 

 

Pe. Heiner Wilmer – notas biográficas

Heiner Wilmer SCJ nasceu a 9 de abril de 1961, em Schapen, no Distrito do Emsland, Baixa Saxónia, na Alemanha. Cresceu num contexto agrícola no distrito do Emsland e completou os seus estudos secundários em 1980, no Gymnasium Leoninum, uma escola dos Sacerdotes do Coração de Jesus, em Handrup, nos arredores da sua casa. Nesse mesmo ano entrou no Noviciado dos Dehonianos, em Freiburg im Breisgau, onde emitiu a primeira profissão no ano seguinte. Entre 1981 e 1986, estudou Teologia, em Freiburg, e Filologia Românica, em Paris. No ano seguinte (1987), era ordenado presbítero pelas mãos do Arcebispo de Freiburg, Oskar Saier.

Foi depois enviado para Roma, para a Pontifícia Universidade Gregoriana, para estudar Filosofia Francesa. Em 1991 conseguiu o grau de doutor em Teologia, pela Universidade de Freiburg im Breisgau, com uma tese sobre a Mística na Filofosia de Maurice Blondel, trabalho que viria a ser distinguido com o Prémio Bernhard-Welte, da Faculdade de Teologia daquela universidade. Em seguida, estudou História em vista do seu serviço de professor; pouco antes do seu primeiro exame de estado, conheceu o sacerdote holandês Henri Nouwen, que lhe pediu para o substituir durante quatro meses como capelão no L’Arche Daybreak, de Toronto, que é uma instituição para pessoas com deficiências. Depois do seu segundo exame de estado, trabalhou dois anos como Capelão escolar e Professor de Religião, Política e História num colégio feminino em Vechta, na Baixa Saxónia. Em 1997 foi um ano para os EUA, onde ensinou Alemão e História numa escola secundária dos jesuítas (Fordham Preparatory School) em Bronx, Nova York. Regressado à Alemanha, assumiu a direção do Gymnasium Leoninum, dos Dehonianos, em Handrup, onde ele mesmo tinha completado os seus estudos secundários; aí permaneceu até 2007, quando se tornou Superior Provincial dos Sacerdotes do Coração de Jesus (Dehonianos), na Alemanha.

No dia 25 de Maio de 2015, durante o XXIIIº Capítulo Geral da sua Congregação, foi eleito Superior Geral, para um mandato de seis anos, sucedendo ao atual Bispo de Setúbal, D. José Ornelas Carvalho, que tinha guiado a Congregação nos últimos doze anos.

 

Publicações

Mystik zwischen Tun und Denken: ein neuer Zugang zur Philosophie Maurice Blondels (Mística entre “Fazer” e “Pensar”: uma nova aproximação à Filosofia de Maurice Blondel) Herder, Freiburg, 1992 (traduzido em francês).

Wer leben will, muss aufbrechen: spirituell lernen von Brasilien (Quem quiser viver, tem de partir: ensinamentos espirituais do Brasil), Don Bosco, München 2010 (traduzido em espanhol).

Johannes Duns Scotus „Tractatus de primo principio”: wissenschaftstheoretische Überlegungen (O “Tractatus de primo principio” de Duns Scotus: reflexão teórico-científica), Bonn 2013.

Gott ist nicht net (Deus não é simpático), Herder, Freiburg 2013 (traduzido em checo).