Profissão Perpétua do Lourenço Domingos Murabela


Os Sacerdotes do Coração de Jesus estão a celebrar os 75 anos de presença em Moçambique. Em março de 1947, quatro jovens missionários dehonianos chegavam à missão de Alto Molocué, na Alta Zambézia para aí se dedicarem à tarefa de evangelização, que abraçaram com ardor e com grande atenção à promoção humana e social do povo daquela terra, que à data era ainda uma colónia portuguesa.

Uma das grandes marcas desta missão tem sido a proximidade com que os missionários se têm colocado ao lado do povo de Moçambique: chegaram no tempo colonial, mantiveram-se na independência e na guerra civil que se lhe seguiu, estiveram na hora em que se consolidou a paz e continuam ao lado deste povo, acompanhando-o com o mesmo ardor.

O ponto alto destas comemorações teve lugar em Malua, a primeira missão Dehoniana em Moçambique, na solene celebração eucarística de domingo, 10 de julho, presidida pelo bispo do Gurúè, em que tomaram parte muitos Dehonianos entre as quais o arcebispo da Beira, D. Cláudio Dalla Zuanna.

Durante esta celebração o religioso Lourenço Domingos Murabela que, desde 2019, está a prosseguir os seus estudos de teologia em Portugal, na comunidade do escolasticado.

A Província Portuguesa esteve representada nestas festividades pelo P. Adérito Barbosa e pelo P. Luciano Vieira, que trabalham atualmente em Moçambique, e pelo P. Ricardo Freire, que se deslocou àquele país para participar na assembleia da Província Dehoniana de Moçambique.