Print Friendly, PDF & Email

Os trabalhos da XXI Assembleia de Párocos SCJ prosseguiram esta terça-feira, 18 de Fevereiro, segundo o programa previsto, apenas com ligeiro atraso inicial, fruto dos transtornos próprios do trânsito matutino em Lisboa e arredores.

A manhã foi dedicada à reflexão acerca da corresponsabilidade efetiva na vida da Igreja e em diferentes dimensões da pastoral, nomeadamente na pastoral da caridade e na pastoral dos jovens. O Professor Borges de Pinho ajudou-nos a refletir sobre a importância dos ministérios laicais na Igreja; o Diácono Albino Martins, da Diocese do Algarve, partilhou a sua experiência pastoral desenvolvida na Serra algarvia, que incide sobretudo no acompanhamento dos mais sós e abandonados dos montes dispersos; o João Lobato falou-nos dos desafios que se põem à pastoral dos jovens, nomeadamente no Patriarcado de Lisboa, sobretudo na continuidade do Sínodo dos Bispos sobre os jovens e no caminho rumo à Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2022.

A tarde começou com a reflexão em grupos. Depois saímos, atravessámos o rio, para irmos até à Paróquia de Santo André, no Barreiro, onde celebrámos a Missa, presidida pelo nosso Confrade D. José Ornelas, Bispo de Setúbal, a que se seguiu um abundante jantar/convívio, oferecido e muito bem preparado pela Paróquia, que nos acolheu calorosamente e nos fez sentir em casa.

Pe. José Agostinho Sousa, scj

 

XXI Assembleia De Párocos Dehonianos

Flickr Album Gallery Powered By: WP Frank