Print Friendly, PDF & Email

▬ Na tarde do passado dia 13 de Setembro, quatro jovens Noviços, o Delfino Pinto, o José Alexandre Pombo, o Rui Freitas e o Pedro Sousa, dispostos a viver uma vida de união à oblação de Cristo, fizeram a sua Primeira Profissão Religiosa, entregando-se a Deus pelos votos de castidade, pobreza e obediência, na Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus.

O acto realizou-se, como já é tradição, na igreja paroquial de Esgueira, posta à nossa disposição pelo Pároco, Pe. Joaquim Martins. Aí se juntou um numeroso grupo de confrades, de familiares e amigos. Presidiu o Superior Provincial, Pe. José Zeferino Policarpo Ferreira, ladeado pelo Superior da comunidade do Noviciado, e pelo Pároco de Esgueira.
O Superior Geral, Pe. José Ornelas Carvalho, quis associar-se ao acontecimento, enviando uma mensagem aos neo-professos, onde podemos ler: «Que o caminho que vocês hoje iniciam na nossa Congregação seja sempre marcado, pela escuta da voz do Senhor, segundo o exemplo que recebemos do Pe. Dehon. Deixai-vos modelar pelo Coração do Senhor que começastes a seguir, de modo que, em comunhão com os irmãos, possais viver e testemunhar o seu amor, com alegria e generosa disponibilidade, na Província Portuguesa ou em qualquer lugar onde a universalidade do seu Espírito vos impelir».
Os candidatos, como experiências complementares ao ano de Noviciado, colaboraram na Catequese Paroquial de Esgueira – catequese da infância -, na Pastoral dos Reclusos – visita à prisão e colaboração na celebração da Palavra – , na Pastoral da Saúde – visita ao hospital e colaboração na celebração da Eucaristia -, e na Pastoral Social – colaboração na “Ceia com calor”. Daí a presença do responsável pela Pastoral Social da Diocese, Pe. João Gonçalves.
No mesmo dia 13 de Setembro, os neo-professos partiram para a comunidade de Alfragide, onde irão continuar a sua formação religiosa dehoniana e frequentar o Curso de Mestrado Integrado em Teologia, na Universidade Católica Portuguesa.

» Fernando Fonseca, scj