Print Friendly, PDF & Email

A Casa do Sagrado Coração, em Aveiro, acolheu no passado dia 12 de Agosto quase meia centena de confrades para fazerem memória do 86º aniversário da partida do Padre Leão Dehon para a eternidade.

Foi um dia repleto de alegria e de festa pois muitos foram os acontecimentos que otornaram especial para a Província e para a vocação de vários dehonianos.

Iniciámos o dia com a celebração da Eucaristia, presidida pelo Superior Provincial, Pe. Zeferino Policarpo. Para além de darmos graças a Deus pela vida e obra do Padre Leão Dehon, também demos graças pela primeira renovação dos votos do Ebode Mathias e do Koogou Daniel, vindos dos Camarões para fazer o curso de Teologia em Portugal, e pela Instituição no Ministério dos Leitores do Ir. AgostinhoCruz. Também nos associámos ao vigésimo sétimo aniversário da Ordenação Sacerdotal do Pe. Manuel Barbosa, superior da comunidade de Alfragide.

Finda a Eucaristia, alimento espiritual, partimos para o alimento corporal e para oconvívio tão desejado entre os confrades presentes. Foi um momento de confraternização, acompanhada de uma boa chanfana, onde cada um pode renovar e recriar laços de amizade, fraternidade e comunhão.

Na parte da tarde, às 15h00, rumámos ao cemitério de Esgueira para lembrar os nossosirmãos defuntos e que tanto significam para a Província Portuguesa. Foi um momento marcante na medida em que cada um pode recordar homens marcados pela mesma fé e que se distinguiram no amor a Deus e às comunidades que serviram. Finda a romagem seguiu–se mais um momento de partilha, convívio e despedida para aqueles que tinham que partir para as suas tarefas ou para férias.

Outro momento marcante para a vida da Congregação deu–se pelas 18h00, durante a Oração de Vésperas. Na presença da comunidade de Aveiro, do Mestre de Noviços, de alguns confrades, do Mestre de Postulantes e do Superior Provincial, o Tiago, o Joaquim e o Rodrigo, escreveram mais uma página da sua história com Jesus ao jeito do Padre Leão Dehon, ao darem início, oficialmente, ao ano canónico de Noviciado.

Foi, portanto, um dia repleto de acontecimentos belos e marcantes para a nossa Província. Oxalá eles sejam encorajadores para, como nos pediu o Padre LeãoDehon, partirmos e estarmos junto daqueles a quem faltam recursos, esperança e razões de viver.

 

Tiago Pereira