Print Friendly, PDF & Email

Celebrar o dom da vida é para qualquer pessoa um feito grandioso. Também para nós, Dehonianos, celebrar o dom da vida do nosso fundador, Padre Leão Dehon, é sinónimo de festa e de ação de graças.

Assim, no passado dia 14 de Março, dia em que passaram 176 anos do seu nascimento, em La Capelle, os Religiosos Dehonianos de Lisboa reuniram-se no Seminário Nossa Senhora de Fátima, em Alfragide, para dar graças pelo dom da vida que foi a do nosso fundador e para rezar pelas vocações Dehonianas.  Iniciámos esta efeméride no dia 13, com uma vigília de oração. No dia 14 celebrámos a Eucaristia, presidida pelo Padre José Agostinho, e participada pelos Religiosos e outros convidados, nomeadamente antigos Religiosos Dehonianos e seguimos a festa à volta da mesa onde, na senda de Dehon, nos unimos como irmãos que procuram ser fiéis ao mesmo ideal e como Homens que sabem viver em fraternidade e comunidade na vereda das intuições do fundador.

No dia 15 de Março, dia de aniversário do Bispo Emérito de Angra, D. António Braga, os Religiosos quiseram marcar o inicio das celebrações dos 50 anos do Seminário de Alfragide com uma celebração durante a tarde, onde se lançou a versão portuguesa, em livro, dos pensamentos quotidianos do Padre Dehon e inaugurámos uma mini – biblioteca de publicações Dehonianas no Seminário de Alfragide.

Assim celebrámos mais uma data especial para a nossa Congregação, na certeza de que só seremos fiéis à Igreja se formos fiéis às inspirações do nosso fundador.

Tiago da Eira Pereira, scj