Realizou-se em Fátima, de 17 a 18 de Maio de 2011, a Assembleia Geral da CIRP (Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal).

No primeiro dia reflectiu-se sobre a importância da CIRP na criação de dinamismos de comunhão e de serviço de intercongregacionalidade. Nessa reflexão o Pe. António Gomes Dias apresentou-nos a CIRP como um fórum, um espaço público elivre onde cada instituto religioso apresenta, reflecte e discute todos os assuntos referentes à Vida Religiosa com o objectivo de se procurar caminhos comuns de futuro e de profecia.

Num segundo momento fez-se a avaliação do trabalho dos dois últimos triénios daCIRP. Depois fomos convidados a olhar o futuro e apresentámos perspectivas e linhas de acção para o próximo triénio. Surgiram várias propostas que a nova Direcção da CIRP certamente tomará em devida conta.

O dia 18 foi dedicada à eleição dos novos órgãos directivos da CIRP que ficaram assim constituídos:

 

DIRECÇÃO

Presidente: Ir. Lucília Maria Franco Oliveira Gaspar (Servas de Nossa Senhora de Fátima)

Vice-Presidente: Pe. Artur Manuel Teixeira (Claretianos)

Vogal 1: Ir. Maria Emília da Silva Monteiro (Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição)

Vogal 2: Ir. Maria de Fátima Gama da Silva (Irmãs Missionárias do Espírito Santo)

Secretário: Pe. Alberto de Oliveira Silva (Combonianos)
 

 

CONSELHO FISCAL

Presidente: Pe. Agostinho Marques de Castro (Ordem do Carmo)

Vogal: Ir. Felisbela Pereira Valente (Companhia de Santa Teresa de Jesus)

Secretário: Pe. Albino Manuel Valente dos Anjos (Sociedade Missionária da Boa Nova).

 

Deixo aqui uma palavra de grande apreço e de gratidão pelo excelente trabalho que o nosso confrade, Pe. Manuel Barbosa, realizou como Presidente da Direcção da CIRP ao longo destes últimos seis anos. A Assembleia Geral foi unânime em reconhecer a qualidade do trabalho realizado pela Direcção cessante.

 

Zeferino Policarpo, scj