Na manhã do dia 4 de Março parti de Lisboa, juntamente com o Pe. Joaquim Freitas (missionário no Luau), com destino a Angola. No aeroporto de Luanda esperavam-nos o Pe. Amândio e o Pe. Odilo, respectivamente Superior e Ecónomo da Comunidade Territorial de Angola.

Neste momento estou hospedado na Casa Padre Dehon, em Viana. E por cá ficarei nos próximos dias. Ontem tive oportunidade de visitar as diversas comunidades da Paróquia Nossa Senhora do Rosário: Santa Maria, Santa Bakhita, Santa Filomena e, naturalmente, a sede da Paróquia. No ano passado não houve tempo para esta visita. É um território imenso, consideravelmente menor em relação aos primeiros tempos da nossa presença aqui em Viana, com milhares e milhares de pessoas. Ontem, em todos os centros, decorria a abertura do ano de catequese e a preparação da liturgia dominical. O Pe. Domingos Pestana, os seus vigários (Pe. Odilo e Pe. Max) e os restante smembros da comunidade da Casa Padre Dehon (Pe. Amândio, Pe. Vincenzo e Ir. Igor), prestam assistência a toda esta gente. Nestes últimos anos cada comunidade construiu a sua igreja onde agora os cristãos podem celebrar com maior dignidade a sua fé. A comunidade de Santa Backita é a que ainda tem um centro de culto improvisado, mas está agora a edificar o seu templo…

Além dos religiosos dehonianos que fazem parte da comunidade da Casa Padre Dehon, há também os 9 seminaristas. 5 frequentam o Curso de Filosofia e os restantes estão no ensino secundário. No próximo dia 14 de Março um dos seminaristas será recebido postulante. Ontem à noite, depois do jantar, houve um convívio, animado pelo Ir. Igor, com canções e um concurso sobre o Padre Dehon. Também se cantou os parabéns ao André, um dos seminaristas que festejava o seu aniversário. Este convívio serviu de mote para assinalar o dia da chegada a Angola dos primeiros missionários dehonianos: o Pe. Joaquim e o Pe. Domingos. Já lá vão 7 anos!

Hoje, logo pela manhã, todos saíram para as diversas actividades pastorais. Eu tive a alegria de celebrar na igreja paroquial para uma enorme assembleia que rondava as mil pessoas. A missa foi às 7 horas da manhã. Às 9 horas a igreja voltou a encher-se de crianças e às 11 horas encheu-se novamente de jovens. É impressionante a movimentação e a participação dos cristãos nas eucaristias e actividades da paróquia!

Se a viagem correr bem (são mais de 1300 quilómetros), amanhã devem chegar a Viana os dehonianos que trabalham na Missão do Luau (Pe. Luís, Pe. Amaro e Ir. Jorge) e na Missão de Luena (Pe. Jorge e Pe. Madella). Contamos, assim, iniciar na próxima terça-feira a Assembleia Territorial. Será um momento importante de fraternidade e de partilha, de avaliação e de análise da vida das nossas comunidades ao longo deste último ano. A Assembleia servirá também para programar os próximos tempos da Missão Dehoniana em Angola.

No dia 14 de Março, haverá a cerimónia de recepção de postulantes, aqui na Casa Padre Dehon. Depois partirei para visitar às comunidades do Luau e de Luena.

A viagem de regresso a Portugal está marcada para o dia 26 de Março.

Zeferino Policarpo, scj