Print Friendly, PDF & Email

Votações. O XXIII Capítulo usou a votação por sistema electrónico. Uma originalidade que se revelou muito útil e eficaz. Por isso o trabalhos dos escrutinadores ficou praticamente reduzido ao apuramento dos resultados das votações para o Governo Geral. De resto, nas demais votações, usámos a votação electrónica: aprovação das actas do Capítulo, das moções e dos documentos capitulares. O sistema, implantado no lugar ocupado por cada capitular, funcionou na perfeição. Era discreto, garantia a reserva do voto e foi eficaz: em poucos segundos saíam os resultados nos monitores do auditório, expressos em forma numérica e em gráfico. Os confrades maisvisionários já falam que no próximo Capítulo Geral o sistema será ainda mais evoluído: cada capitular expressará a o seu voto através dum tablet… 

TeleDehon – a televisão do coração. É um canal de televisão regional, sediado em Andria, que pertence à Província da Itália do Sul. A primeira emissão foi para o ar a 3 de Maio de 1978. A TeleDehon (www.teledehon.it) foi uma presença fiel no Capítulo Geral. Entrevistou vários confrades e colocou no ar diversos serviços noticiosos alusivos ao Capítulo. Com a vulgarização da internet a TeleDehon emite também em streaming e por isso as suas emissões podem ser seguidas em qualquer parte do mundo. A TeleDehon fez duas emissões em directo a partir da Casa Geral. A primeira, a 27 de Maio, para transmitir a Missa de Acção de Graças, depois da eleição do Governo Geral; a segunda, foi a Missa de encerramento do Capítulo, com a tomada de posse do novo Superior Geral, Pe. Heiner Wilmer. Nestes dois dias a TeleDehon transferiu para a Casa Geral a sua reduzida equipa técnica para realizar estes directos. Um sofisticado sistema de câmaras automáticas permite realizar os “directos” com elevada qualidade apenas com um técnico na mesa da régie. O Director da TeleDehon é o nosso confrade, Pe. Francesco Mazzotta, que foi também membro do Capítulo Geral.

Idades e tonalidades. Podemos dizer que no XXIII Capítulo Geral a maioria dos participantes andava pela meia idade. Para vários confrades esta era a primeira experiência de participação num Capítulo Geral. Os Dehonianos de idade mais avançada que participaram no Capítulo Geral provinham de algumas Províncias da envelhecida Europa. Outra característica, muito bem assinalada pelo Pe. Antonio Panteghini, antigo Superior Geral, tem a ver com o tom da pele dos participantes. Noutros Capítulos Gerais prevalecia a cor branca, mesmo dos países africanos e asiáticos, que nessa altura eram países de forte missionação europeia. Aos poucos os missionários envelheceram, morreram, retiraram-se e começam a  surgir os Dehonianos autóctones que agora assumem cargos de governo e de representação dessas entidades da Congregação. Isto revela também aquilo que o Superior Geral referiu na apresentação do seu Relatório: a Congregação está a deslocar-se para o hemisfério sul…

A Congregação em números. A Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus tem 2.136 membros que estão distribuídos do seguinte modo: África: 340; América do Norte: 113; América do Sul: 481; Ásia: 315 e Europa: 879. A Polónia é o país com mais Dehonianos: 251. Portugal tem 97 Dehonianos, sem contar os que estão a trabalhar em diversos países de missão. A Europa é o continente mais numeroso, mas é também aquele onde a escassez de vocações é maior. Se olharmos para o número dos jovens religiosos em formação percebemos claramente que, se a tendência não se inverter, daqui a alguns anos a Europa será o continente com menos membros. A Europa tem 24 religiosos em formação; a Ásia tem 70; a América do Sul tem 85; a América do Norte tem 4 e a África tem 106 religiosos nas diversas etapas formativas.

A nossa idade média! É também interessante verificar a média de idades da Congregação. A nível global a média de idade dos religiosos da Congregação é de 52,5. Por continentes a situação é a seguinte: África: 44; América do Norte: 67,6; América do Sul: 52,2; Ásia: 38,6 e Europa: 62,4. A Índia é o país com média de idade mais baixa: 32,4. A Holanda é o país com a média de idade mais alta: 80,8. Portugal tem uma idade média de 52,5. Portugal, em conjunto com a Áustria-Croácia e a Polónia faz parte do grupo de países da Europa onde a Congregação é mais jovem.

 

Zeferino Policarpo, scj