Print Friendly, PDF & Email

▬ Depois da peregrinação aos “lugares dehonianos”, depois da semana em Salamanca, com visita aos “lugares teresianos”, o grupo de formação permanente da Província Portuguesa dos Sacerdotes do Coração de Jesus, Dehonianos, parou em Aveiro, para uma semana de retiro na casa do Noviciado. Juntaram-se ao grupo mais alguns confrades que, orientados pelo P. Basileu Pires (Marianos da Imaculada Conceição) meditaram sobre o tema “Felizes de nós – As Bem-aventuranças”.

O retiro decorreu com a serenidade própria de um tal momento. Os ambientes da casa e do jardim, com o silêncio entrecortado pelo gemido das rolas e pelo chilrear de muitos e variados pássaros, facilitavam o recolhimento e a reflexão. A celebração e a Adoração eucarísticas foram momentos fortes de oração e contemplação.

Depois de uns dias a rezar a Misericórdia do Senhor, a tarde de quinta-feira, foi destinada à celebração do Sacramento da Penitência, com a colaboração do P. Manuel Brito, carmelita descalço da comunidade de Aveiro.

Ao terminar o retiro, no final da manhã de sexta-feira, dia 23, juntaram-se onze confrades espanhóis, que também fazem umas semanas de formação permanente, e que tinham passado os últimos dias em Aveiro, com visitas ao Buçaco, a Fátima e ao Porto. Foi um momento de animado convívio e confraternização, como tinham sido os que juntos passámos em Salamanca. O Superior Provincial marcou também presença no encerramento neste primeiro Curso de Formação Permanente.

A comunidade do Noviciado sente-se feliz por ter proporcionado a todos boas condições para o retiro, para o encontro e para a confraternização.

» Fernando Fonseca, scj