Print Friendly, PDF & Email
Quando há alguns dias anunciámos as ordenações presbiterais dos então Diáconos Jorge André e do Igor André, também noticiámos a ordenação presbiteral do Diácono Gil Alfredo. Vimos recordar esse feliz evento, que terá lugar na Paróquia do Livramento, em Ponta Delgada, na Ilha de São Miguel.

A Missa Nova será celebrada no dia seguinte, na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, Ribeira Grande. É um momento especial para a nossa Província, pois o Gil Alfredo é o primeiro confrade açoriano a ser ordenado presbítero desde que nos fixámos em São Miguel. Retoma-se assim uma bela tradição da nossa Província de celebrar ordenações nesta região tão significativa na nossa história. Damos graças a Deus por isso.

Recordamos alguns dos traços principais do percurso vocacional e formativo do Gil Alfredo da Silva, até à ordenação presbiteral que agora celebra.

Gil Alfredo da Silva, filho de Alfredo Manuel Vieira da Silva e de Maria da Conceição Pascoal Oliveira, nasceu a 18 de Maio de 1983, em Toronto, Canadá.

. Foi baptizado a 26 de Junho de 1983, em St. Anthony’s Church, em Toronto, Canadá, e crismado a 30 de Outubro de 1998, em Conceição da Ribeira Grande, Diocese de Angra do Heroísmo, Açores.

. Esteve no Centro Missionário do Coração de Jesus, Ponta Delgada, Açores, no ano lectivo 2001-2002.

. De 2002 a 2004 esteve no Centro Dehoniano, no Porto, frequentando os dois primeiros anos do Mestrado Integrado em Teologia, na Faculdade de Teologia do Pólo da Foz da Universidade Católica Portuguesa.

. A 19 de Agosto de 2004 iniciou o ano de noviciado, emitindo a Profissão Religiosa a 18 de Setembro de 2005, na Casa do Sagrado Coração, em Aveiro.

. Fez a Profissão Perpétua na Província Portuguesa dos Sacerdotes do Coração de Jesus a 17 de Setembro de 2011.

. Residindo no Seminário Nossa Senhora de Fátima, frequentou os estudos teológicos na Universidade Católica Portuguesa, de 2005 a 2011.

. Foi ordenado Diácono a 13 de Julho de 2014, na Sé do Porto, por D. António Francisco dos Santos.

Desejamos ao Gil as maiores felicidades no ministério presbiteral que agora inicia e reiteramos a promessa da nossa oração fraterna.

 

Pe. José Agostinho F. Sousa