Print Friendly, PDF & Email

De 1 a 5 de Abril a comunidade de Neustadt (Alemanha) será o centro da atenção das Províncias europeias dos dehonianos. Isto porque aqui está a acontecer o encontro de superiores maiores da Europa, ao qual se uniram também os delegados da pastoral juvenil e voluntariado missionário da Europa.

Este era um encontro já programado para o mês de Outubro do ano passado, mas devido à nomeação do anterior Superior Geral para Bispo e a realização de Capítulo Geral para nomeação de novo Superior Geral, só foi possível realizar agora. A este encontro une-se pela primeira vez o Superior Geral e todo o seu Conselho. Isso foi sublinhado pelo Superior Provincial da Alemanha nas palavras que dirigiu no início do encontro.

Outra particularidade deste encontro de Superiores, embora não tenha sido a primeira vez, é a participação dos delegados da Pastoral Juvenil e Voluntariado missionário da Europa. E a razão foi simples, compreendendo-se no contexto do Sínodo dos Bispos, que versou sobre os jovens.

Resumindo, participam neste encontro 16 Superiores Provinciais e Superiores de Distritos da Europa, 9 delegados da Pastoral Juvenil e Voluntariado missionário e os 5 elementos do Conselho Geral. De Portugal participam o Pe. José Agostinho (Superior Provincial), o Pe. Juan Noite (coordenador da Pastoral Juvenil) e o Pe. David Mieiro (coordenador da ALVD e Voluntariado missionário).

O primeiro dia, 1 de Abril, foi sobretudo para a chegada dos participantes e uma primeira apresentação e palavras do Superior Provincial da Alemanha, do Pe. Carlos Luiz, Superior Geral e do Pe. José Agostinho, o responsável do grupo dos Superiores Maiores da Europa e elemento do grupo que organizou este encontro.

Depois desta breve apresentação seguiu-se um tradicional jantar desta região, onde não faltaram as salsichas, o rolo de carne, couve cozida com cravinho, uma espécie de almôndegas e claro… as batatas. Também não faltava o pão e a mostarda. E claro… a cerveja, ex-libris da Alemanha, como também o vinho, pois esta localidade é uma tradicional zona de vinhedos sem fim.

E com um acolhimento destes, fomos descansar, pois amanhã o dia começaria cedo.

 

7.30h… o galo já cantara e era tempo para a primeira atividade do dia, a Eucaristia. Foi presidida pelo Superior Geral, em italiano, com a presença de leigos que habitualmente frequentam este mosteiro.

O dia de hoje (terça-feira) foi um dia de trabalho em conjunto (Superiores Maiores e delegados), orientado pelos delegados da Pastoral Juvenil e Voluntariado missionário, na pessoa do seu presidente, o Pe. António Viola.

Num primeiro momento foi apresentado um questionário que os delegados tinham enviado a todas as Províncias e suas comunidades, do qual foi apresentada uma pequena síntese. Embora nem todas as Províncias tenham respondido, foi claro por um lado a dificuldade de entendermos o mundo juvenil e sobretudo os jovens em particular, e por outro lado a boa consideração que os jovens têm do nosso trabalho, embora nem sempre consigam captar o essencial da espiritualidade dehoniana.

Num segundo momento, foram apresentadas algumas experiências no contexto da Pastoral Juvenil e missionária dos dehonianos.

Nestas experiências insere-se o trabalho realizado pelos delegados europeus da Pastoral Juvenil, que há mais de 20 anos trabalham em equipa e procuram novos caminhos para a Pastoral Juvenil, Vocacional, e Voluntariado missionário mais recentemente.

Entre essas experiências também constaram o trabalho do Voluntariado missionário do MYMission (Moving Youth Mission), e os projetos de Pastoral Universitária, iniciado em Portugal (Centro Dehoniano), como também o trabalho da Itália Meridional na Universidade de Cosenza, onde trabalham desde praticamente o início da Universidade nos anos 70.

Estes testemunhos deram o pontapé de saída para o que aconteceu depois do almoço em grupos mais ou menos linguísticos, onde os elementos puderam trocar impressões sobre o que foi apresentado durante a manhã, como também o convite a refletir de que maneira a nossa vida comunitária, escolhas e estruturas provinciais favorecem e facilitam ou não a escolha vocacional dos jovens. De uma forma muito prática e visual, através de post-its vermelhos (não facilitam), verdes (facilitam), e amarelos (aspetos a repensar), foram lançados vários desafios pelos vários grupos.

E este dia de trabalho concluiu-se com um momento de adoração que antecedeu o jantar. A noite ainda foi aproveitada para mais uns momentos de partilha à volta de uma boa cerveja ou copo de vinho, enriquecidos por vários doces e salgados provenientes de diferentes realidades europeias.

E foi o primeiro e segundo dia… e viu que estava a correr maravilhosamente bem!

Amanhã há mais…

Auf Wiedersehen und bis morgen… (adeus e até amanhã segundo o tradutor do Google!)

 

Pe. Juan Noite