Print Friendly, PDF & Email

A acentuada descida da temperatura que se fez sentir pela Europa, neste final do mês de Janeiro, não esfriou o entusiasmo dos cerca de 40 Jovens que participaram na 7ª edição do Encontro Internacional de Voluntariado Missionário Dehoniano, em Nápoles, nos dias 20 a 22 de Janeiro.

O início do encontro dá-se sempre com o jantar-convívio entre todos participantes que orgulhosamente partilham algumas iguarias características dos seus países: Portugal, Espanha, Itália, Polónia e Alemanha (estes a participarem pela primeira vez). O convívio que se seguiu foi bastante animado e divertido mas, mesmo assim, não suficientemente perturbador para acordar o vulcão Vesúvio que fica mesmo aqui ao lado.

O dia 21 começou com eucaristia presidida pelo Padre Gianni, responsável pelo voluntariado na Província da Itália do Sul e coordenador deste encontro. A manhã foi dedicada ao testemunho dos voluntários que já estiveram em missão no último ano, pelo que, de alguma maneira, dá também o sentido e a direcção para novos contexto a serem projectados para este ano (Moçambique, Equador, Angola e Albânia). Depois de tragar uma deliciosa pasta, a tarde foi de visita à Nápoles popular, entre a sua beleza e a sua contradição. Visitamos as catacumbas de São Gaudioso, por debaixo da Basílica de Santa Maria della Sanitá, e tivemos oportunidade de nos encontrarmos com o Padre Alex Zanotelli, missionário comboniano, e antigo director da revista Nigrizia donde continua a escrever acesos artigos. Connosco partilhou um pouco dessas suas convicções e lutas contra a produção e o comércio de armas, duras críticas ao modelo de desenvolvimento ocidental, à (má) cooperação e à não-violência. No final do nosso encontro alguém dizia, e com razão, que apesar de o Vesúvio estar adormecido, felizmente, o Padre Alex Zanotelli continua a ser um vulcão em actividade contra a imoralidade que nos rodeia.

E porque Nápoles é terra natal da Pizza nada melhor que terminar este longo dia com uma última visita à cidade e comer uma pizza enquanto os tifosi napolitanos assistiam ao jogo Fiorentina-Nápoles.

Na manhã do dia 22, ultimo do nosso encontro, escutamos com atenção o projecto da LTM (Laici Terzo Mondo), uma ONGD que atua em Itália e noutros países africanos. Um dos seus projectos recentes foi a criação do Centro o Acolhimento de Refugiados que pedem asilo ao governo Italiano. A província da Itália do Sul, escutando o apelo do Papa Francisco, disponibilizou um dos três edifícios, onde nos encontramos, para esse efeito.

Com céu limpo, sol radiante e a ilha de Capri ao fundo não houve quem resistisse a fazer uma última foto do encontro e, claro, a foto de grupo junto ao centro de acolhimento de refugiados.

Foi em vista do intercâmbio entre voluntários da província Italiana do Norte e ALVD (Associação de Leigos Voluntários Dehonianos) da Província Portuguesa que, em Fevereiro de 2014, no Seminário Nossa Senhora de Fátima, em Alfragide (Lisboa) que se iniciou pela primeira vez este Encontro Internacional de Voluntariado Missionário. Os encontros seguintes realizaram-se em Bolonha, na Itália (2014); em 2015, no Porto (Portugal) e Salamanca (Espanha); em 2016, em Foligno (Itália) e Puente La Reina (Espanha). Sempre com a periodicidade de 2 encontros ao ano, a cada edição aumentou-se o número países e de participantes envolvidos e, igualmente, aumentou a vontade de abraçar por um mês ou mais tempo os projectos de Voluntariado nalguns territórios com presença de dehonianos (Albânia, Angola, Camarões, Equador e Moçambique).

Próximo encontro será em Valência, Espanha, de 28 a 30 de Abril.

 

Flickr Album Gallery Powered By: WP Frank