Print Friendly, PDF & Email

As FM 2012 decorreram de 21 a 29 de Julho, em Gandra (Paredes). Gandra é uma comunidade há longos anos ligada aos Dehonianos, quer pelo serviço de colaboração que o Centro Dehoniano presta à Igreja local, quer pela origem de um Dehoniano, o Pe. Paulo Coelho. A comunidade acolheu de uma forma fantástica, entusiasta e generosa os cerca de 30 jovens, metade oriundos de fora e outros tantos da paróquia, que viveramintensamente 9 dias de interioridade, comunidade e missão.

Sediados na nova escola local, dedicámos o nosso tempo à oração, à formação, aos encontros com grupos e movimentos da paróquia, ao convívio com crianças, doentes e idosos e às visitas culturais. Nem precisámos de cozinhar, pois tudo nos foi oferecido! Num ambiente de alegria e amizade, sempre com muita música, trabalhou-se com imensa criatividade e o tempo parecia “voar”.

Todos tivemos a sensação que estas FM foram uma grande graça para os participantes (a Família FM 2012), todos os que colaboraram na sua realização e todos os que dela aproveitaram. Por isso o nosso primeiro agradecimento é para Deus que nos congregou e enviou em missão cumulando-nos de bênçãos.

Agradecemos ao Sr. Mota, Presidente da Junta de Freguesia de Gandra, pelo incansável apoio à nossa atividade.
Agradecemos especialmente aos responsáveis do Agrupamento das Escolas de Baltar, à Coordenadora da Escola, Dr.ª Lucinda, aos professores e demais funcionários pela disponibilidade e acolhimento naquela que foi a “nossa casa”.

Um bem-haja à Câmara Municipal de Paredes que ofereceu uma visita aos pontos de maior interesse histórico e cultural do concelho guiando-nos superiormente com uma arqueóloga e uma geóloga.

Obrigado ao Grupo de bombos Zés Pereiras e ao Rancho Folclórico de Gandra que animaram a festa de despedida.
As famílias que acompanharam os jovens e proveram à alimentação merecem também o nosso reconhecido agradecimento, bem como a comunidade paroquial pela participação em tudo o que propusemos.

Por fim um abraço fraterno e grato ao Pe. Vicente Nunes que acalentou a realização da Férias Missionárias e que, em breve deixa a paroquialidade desta comunidade.

Parafraseando a canção que marcou estas FM, agora “vamos para o Sul e para no Norte, para o Oeste e para Leste, para todo o lugar… levando no peito uma cruz e no coração o que disse Jesus”; pois o mais importante é o vamos fazer depois de uma experiência tão bela como esta.

Paulo Vieira, scj