A revista A Folha dos Valentes existe há 30 anos. Na semana passada o acontecimento foi condignamente assinalado. De segunda a sexta-feira realizou-se no salão da Igreja da Boavista (Porto) o Fórum Jovem sob o tema “Educar para os valores no século XXI”. Cerca de quarenta pessoas aderiram quotidianamente a esta iniciativa da A Folha dos Valentes e da Juventude Dehoniana.

Dia 23 de Outubro – Painel
Na segunda-feira realizou-se um painel com diversos intervenientes que lançaram um olhar retrospectivo sobre os valores de ontem e de hoje em diversos sectores da vida: na família, na escola, nos grupos juvenis, na política e economia e na ocupação dos tempos livres. Ficou patente que os valores não se alteraram, mas que hoje é muito mais difícil propô-los porque muitas vezes os contra-valores e anti-valores parecem exercer um fascínio maior nas pessoas.

Dia 24 de Outubro – Conferência
Na terça-feira a Drª Laurinda Alves, escritora e directora da revista XIS, falou-nos com grande competência e simplicidade sobre o papel da comunicação social na transmissão de valores. No final da brilhante conferência podemos concluir que os grandes meios de comunicação social do nosso país que têm por objectivo o lucro e o sucesso económico, nem sempre estão muito interessados a promover valores. Compete ao consumidor/utilizador desses meios agir de modo crítico e fazer o respectivo discernimento.

Dia 25 de Outubro – Debate
Na Quarta-feira o jornalista Paulo Rocha, Director da Agência Ecclesia, orientou o debate sobre os valores, para o qual foram convidados quatro jovens. Foi possível perceber que o conceito de valore não é uniforme para todos os jovens o que causa abordagens dissonantes sobre o assunto. Podemos ainda constatar que para os jovens do nosso tempo nem sempre é fácil fazer uma opção clara pelos valores em que se acredita.

Dia 26 de Outubro – Painel de Vivências
Na Quinta-feira tivemos novamente um painel em que os convidados partilharam o modo como, nas suas áreas de acção e de vida, são capazes de levar por diante a difícil tarefa de transmitir valores. Foram testemunhos de vida muito emocionantes, com exemplos concretos que tocaram o coração de todos os presentes.

Dia 27 de Outubro – Conferência
Por fim na sexta-feira, o Dr. Costa Jorge professor e psicólogo, cativou a assembleia com uma interpelante conferência onde sublinhou que nenhuma educação é inócua e que ela supõe sempre um sistema de valores que lhe está subjacente. Duma educação em que se fornecia conhecimentos através da informação, passou-se a uma educação individualista e competitiva, típica da sociedade de consumo. Referiu depois “Os Quatro Pilares da Educação” de Jacques Delors; “aprender a conhecer”; “aprender a fazer”; “aprender a viver juntos”; e “aprender a ser”, como possibilidade mais adaptada aos nossos dias, onde a educação se prolonga pela vida toda, e concluiu que devemos apostar sempre numa educação para os verdadeiros valores ideais, absolutos, universais, geradora da verdadeira autonomia e humanidade dos educandos.

A avaliação feita ao Fórum Jovem foi muito boa. Da minha parte estou particularmente grato a todos os que aceitaram “subir ao palco” para partilhar as suas reflexões e experiências de vida. Chegámos ao final do Fórum Jovem muito mais enriquecidos e com a consciência que este tema da educação para os valores é um assunto muito actual que requer a nossa permanente atenção e que nos desafia a ter coragem de, muitas vezes, ter que lutar contra a maré.

| Zeferino Policarpo, scj – Director de A Folha dos Valentes |