Print Friendly, PDF & Email

A manhã deste dia 3 de Novembro apareceu com chuva forte, situação não muito usual no clima ameno da cidade do Funchal. Foi sob esta chuva intensa que a agência funerária trouxe o corpo do Irmão Domingos, pouco antes das 09:00, depositando-o na Capela Grande do Colégio Missionário, onde ficou em câmara ardente até à celebração da Missa exequial.

Devido ao estado de pandemia em que nos encontramos e às condições climatéricas bastante adversas, não foram muitas as pessoas que puderam comparecer. Mas não faltaram os familiares do Irmão Domingos (sobrinhos), um número considerável de antigos seminaristas e religiosos, amigos e benfeitores, funcionários e ex-funcionários do Colégio Missionário e, claro, praticamente todos os Confrades das 3 Comunidades Dehonianas da Madeira.

À Missa exequial, celebrada às 11:00, presidida pelo Superior Provincial e transmitida em direto na página de Facebook da Província, também compareceram outros padres da Diocese, nomeadamente o Sr. Cónego José Fiel, Vigário Geral, em representação do Sr. Bispo D. Nuno. No momento de Ação de Graças rezámos todos juntos a oração que vem transcrita abaixo, que o Irmão Domingos rezava todos os dias e que, parece-nos, espelha bem aquela que foi a sua vida. Terminada a celebração eucarística, fomos para o Cemitério de São Martinho, para aí fazer as orações de despedida e sepultar o Irmão Domingos, no Jazigo da Congregação.

Foram celebrações simples e sóbrias, mas cheias de emoção, de muito carinho e de muita gratidão, à imagem daquilo que foi a vida do Irmão Domingos.

Que descanse em Paz, não na paz dum cemitério, mas na Paz sem fim que só Deus pode dar. Que o Coração de Jesus, que ele tanto amou e evocou, o recompense pelo muito bem que fez e o acolha na sua Misericórdia infinita.

P. José Agostinho de Figueiredo Sousa, scj
Superior Provincial

Consagração ao Coração de Jesus

(Oração que o Irmão Domingos rezava todos os dias)

Sagrado Coração de Jesus,
eu me consagro a Vós.
Entrego-Vos tudo o que sou e tudo o que tenho.
Quero adorar-Vos em todos os Sacrários da terra,
principalmente onde sois mais esquecido ou ofendido!
Agradeço-Vos todas as graças que me tendes concedido
e que nem sempre tenho agradecido!
Peço-Vos humildemente perdão de todos os meus pecados
e do mal que com eles possa ter causado aos meus irmãos!
Imploro a graça da conversão.
Fazei o meu coração semelhante ao Vosso.
Ajudai-me a levar a minha cruz não só sem revoltas,
mas com paciência, amor e alegria.
Entrego-Vos todos os meus problemas, dores,
preocupações, angústias, humilhações e dificuldades…
Confio na Vossa Misericórdia que tudo me ajudará a resolver!
Peço-Vos por todos os que mais sofrem
e por todos aqueles que se recomendam à minha pobre oração;
encerrai-nos a todos no vosso Coração amantíssimo!
Com Maria e por Maria,
quero amar-Vos até morrer
e contemplar-Vos para sempre no Reino da Eterna Glória!

Ámen.