Print Friendly, PDF & Email

Produzir energia Limpa e diminuir a nossa pegada ecológica, dois dos maiores desafios deste século para a nossa sociedade

A produção de energia solar fotovoltaica em Portugal tem crescido de ano para ano. O Seminário Missionário Pe. Dehon insere-se nesta dinâmica, com o objetivo de ser mais sustentável e energeticamente eficiente.

Em área, somos uma das maiores casas da província SCJ e habitualmente temos 11 residentes permanentes, o que faz com que o gasto elétrico seja elevado, sobretudo nestes meses frios de inverno. Para reduzir este gasto, mudamos, nos últimos anos, todas as caixilharias de alumínio para vidros duplos, apostamos em lâmpadas Led, renovamos todo o telhado com um material que dá isolamento térmico e, por fim, reforçamos a produção da energia fotovoltaica.

A energia solar fotovoltaica é a energia obtida através da conversão direta da luz em eletricidade. Nas últimas décadas, tem-se assistido a um grande incremento na produção desta energia solar fotovoltaica e o Seminário Missionário Pe. Dehon, em 2016, entrou no grupo daqueles que produzem esta energia limpa.

No mês de Junho desse ano, procedeu-se à instalação de 32 painéis fotovoltaicos com a capacidade de produção de 8,00kWp. Decorridos quatro anos, no mês de dezembro passado, procedeu-se à sua ampliação para um total 64 painéis.

Os 32 painéis instalados, em 2016, eram de 250 W cada. Estes mais recentes já são de 320 W de potência. A instalação de produção de energia solar fotovoltaica ficou atualmente com a capacidade de produção máxima de 18,24 kWp.

Desde Junho de 2016, esta instalação produziu um total 49.538 kW, o que equivale a uma interessante poupança, quando sabemos que cada kW nos custa, em média, 0,16€. Mas esta poupança não é só monetária, ela reflete-se sobretudo na redução da nossa Pegada Ecológica. Esta produção fotovoltaica até agora equivale a 18,80 toneladas de carvão poupado, à diminuição de 46,76 toneladas de CO2 emitido ou a 2512 de árvores plantadas. Queremos assim contribuir para um mundo mais sustentável e que produz a sua energia de fontes mais limpas e amigas do ambiente.

A produção de energia de fontes renováveis é apenas uma das práticas que ajudam a diminuir a nossa Pegada Ecológica! Mas além disso, temos de ter em conta outras práticas a que todos devemos estar atentos: reduzir os consumos energéticos; optar por sacos reutilizáveis; fazer reciclagem; comer menos carne e não deitar comida fora; comprar produtos ecológicos e biológicos; diminuir o consumo de água; utilizar mais os transportes públicos; adquirir lâmpadas LED e eletrodomésticos de baixo consumo, etc. O planeta, a vida e a humanidade agradecem!

Adotar estilos de vida mais equilibrados e amigáveis com o meio ambiente é fundamental para o nosso planeta. Assim sublinha o papa Francisco na sua encíclica ‘Laudato si’: “é preciso investir na formação para uma ecologia integral, para compreender que o ambiente é um dom de Deus, uma herança comum a ser administrada, não para ser destruída”.

Por fim, deixamos aqui um link para que possa avaliar a sua Pegada Ecológica: https://www.footprintcalculator.org/

António Loureiro, scj