Print Friendly, PDF & Email

No passado dia 19 de Janeiro, no Seminário Missionário Padre Dehon, realizou-se o último concerto do 5º Festival de Música de Fânzeres e São Pedro da Cova.

O festival, que começou no dia 22 de dezembro, foi realizado em várias igrejas e paróquias com diferentes coros e artistas musicais. Este terminou com a atuação do grupo de Nyckelharpa Sem Fronteiras e com o coro polifónico da BMPS, que é dirigido por Joaquim Dias.

O ponteiro do relógio marcava 17:00h quando começou a atuação musical, que tinha, aproximadamente, uma centena de pessoas como espetadores, destacando-se a presença do vice-presidente da Câmara de Gondomar, Luís Araújo, do presidente da Junta de Freguesia de Fânzeres e S. Pedro da Cova, Pedro Vieira e do superior do Seminário, Padre António Loureiro.

O momento musical, que demorou uma hora e trinta minutos, foi dividido em duas partes, sendo que, na primeira parte, atuou o grupo Nyckelharpa Sem Fronteiras. Este grupo serviu-se do momento para mencionar que está a ser pioneiro na promoção de um instrumento musical desconhecido, o Nyckelharpa. A segunda fase contou com a atuação do coro polifónico da BMPS. Ambos os agrupamentos contaram com Felipe Ferreira como Diretor Artístico.

Por volta das 18:30, o Padre António Loureiro, em tom de despedida, entregou uma lembrança aos participantes e expressou um agradecimento e contentamento pela partilha da cultura musical: «obrigado pela vossa presença! Apenas dizer que é bonito ver este laboratório que é cultura, que é música, que é fenomenal e que atravessa gerações, séculos e séculos de história nos instrumentos nas vozes e na música, por isso, obrigado a quem promove». Da mesma forma, o vice-presidente da Câmara e o presidente da Junta de Freguesia expressaram um agradecimento a todos presentes.

Já caía a noite, quando o festival terminou e as pessoas partiram para as suas casas.

Nuno Gomes, seminarista dehoniano