Print Friendly, PDF & Email

Quente e fresca

O Pe. Juan Noite, scj, acaba de obter a Licenciatura em Pastoral Juvenil e Catequética, pela Universidade Pontifícia Salesiana, de Roma. O exame de defesa da tese decorreu esta tarde, nas dependências daquela instituição. Durante uma hora o Pe. Juan foi confrontado com perguntas dos três professores examinadores. A todas elas respondeu com mestria e desenvoltura levando a que o júri lhe atribuísse a nota máxima. A tese tem por título "O "projecto JEP": uma proposta formativa para grupos de jovens". Ao longo das 110 páginas do trabalho, o Pe. Juan analisa criticamente os três livros do "projecto JEP" (Jovens com Jesus Cristo, Jovens com o Espírito Santo, Jovens com Deus-Pai) da autoria do Pe. Adérito Barbosa, scj, e reflecte sobre a sua validade para os jovens de hoje. Assistiram ao exame de defesa os seus pais, o seu irmão e alguns amigos e confrades do Colégio Internacional, em Roma. Após estes três anos de estudo intenso, o Pe. Juan regressa a Portugal para se dedicar à Pastoral Juvenil.

Final de ano

É a azáfama natural e comum a todos os estudantes desta época. As nossas casas de formação ressentem-se deste ambiente. Em Coimbra os alunos do 12º ano fazem os exames finais e os do 10º e 11º sujeitam-se à habitual avaliação, após um ano de trabalho escolar. No Seminário Missionário Pe. Dehon, no Colégio Missionário, no Centro Dehoniano, no Colégio Infante D. Henrique, na Obra ABC, na APEL, cada um a seu modo, passa por este frenesim de final de ano. Num grau mais elevado e de maiores responsabilidades, estão os jovens religiosos de Alfragide que prestam exames na Universidade Católica Portuguesa. A todos desejamos bons resultados, correspondentes ao esforço e empenho despendidos ao longo do ano.

Antes de regressar

Reunir a família, passar um dia juntos, conviver,… foi o que fez o Pe. Armando Baptista, antes de partir para Madagáscar. Aconteceu domingo passado, na Casa Sagrado Coração, em Aveiro. Cerca de 50 familiares estiveram presentes na missa celebrada ao meio dia pelo Pe. Armando e no almoço partilhado, à sombra das tílias. O convívio prolongou-se por toda a tarde de domingo, com muita alegria e animação. Depois a família retomou os seus afazeres e o Pe. Armando ultimou a preparação das malas. As férias em Portugal estavam a terminar e há que regressar a Madagáscar para o trabalho de evangelização…

Retiro do Coração de Jesus

Decorreu na passada segunda-feira, na Casa Sagrado Coração. Dehonianos do centro e do norte reuniram-se em agradável ambiente de recolhimento para preparar a festa do Coração de Jesus, que se celebra no próximo dia 27 de Junho. O tema do retiro foi este: O Coração de Jesus, revelação do amor de Deus, caminho para o Pai". O Pe. Fernando Fonseca, que regressou de Roma "recauchutado" e com ideias frescas, orientou o retiro, ao que parece com bom proveito para todos aqueles que nele tiveram a oportunidade de participar. O retiro começou às 9.30, com Laudes solenizadas. Seguiu-se a conferência/meditação. Houve uma hora de adoração e Missa com pregação, antes do almoço. Após um almoço vários religiosos deslocaram-se ao Hospital de Aveiro para fazer uma visita ao Pe. Mário Malagoli, recentemente internado devido ao agravamento do seu estado de saúde.

Missionários em final de férias

A Casa Provincial tem recebido, neste dias, as visitas de diversos missionários que partem para os países de missão. O bom acolhimento que sempre é dispensado pela comunidade da Casa Provincial "atrai" os visitantes. Mas ultimamente há um outro motivo que convida a uma especial visita: constatar a casa renovado. De facto, ao longo de um ano, o edifício sofreu uma profunda reestruturação dos espaços interiores e dos arredores. Dizem os que já por lá passaram que está irreconhecível. O único senão é que o grande impulsionador da obra, o Pe. Ornelas, não pôde saborear a casa dos seus sonhos, porque entretanto foi eleito Superior Geral da Congregação. Mas já está prometida uma visita do dito cujo para breve… O Pe. Carlessi (a caminho de Moçambique) e o Pe. Armando e o Pe. Dinis (a caminho de Madagáscar) passaram pela Casa Provincial e foram agraciados com um bom almoço de despedida. Dizem as más línguas que, após estas férias, regressam às missões com uma boa reserva física para retomar as caminhadas de missionário….
 

| Zeferino Policarpo, scj |