Print Friendly, PDF & Email

Novos licenciados em Teologia

No passado dia 16 de Julho quatro religiosos da Província Portuguesa dos Sacerdotes do Coração de Jesus obtiveram o grau de Licenciatura em Teologia, depois de realizaram exame escrito e oral na Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa. São eles:
Nélio Luciano, natural de Santo António da Serra, Madeira;
João Nélio, natural do Estreito de Câmara de Lobos, Madeira;
Paulo Jorge, natural de Gandra Paredes.
Estes são membros da comunidade do Seminário Nossa Senhora de Fátima, em Alfragide e irão prosseguir os seus estudos em vista da ordenação sacerdotal.
Pe. Amândio Rocha, natural de Rebordosa, Paredes. Foi ordenado sacerdote no ano passado e está empenhado na Pastoral Juvenil, fazendo parte da comunidade do Centro Dehoniano, Porto.
Aos novos "duotores" os nossos parabéns!!!

Ordenação Sacerdotal

A 6 de Julho de 2003, o Diác. Roberto Carlos foi ordenado sacerdote na Catedral do Porto, por D. Armindo Lopes Coelho, Bispo da Diocese. Após a ordenação houve festa ao novo sacerdote no Seminário Missionário Pe. Dehon. Vários confrades, familiares e amigos estiveram presentes no acontecimento que culminou, já noite, com uma sessão de fogo de artifício, oferecido por um dos amigos do Seminário.
No próximo dia 20 de Julho o Pe. Roberto celebra Missa Nova em Vilela, pelas 16 horas.
O Pe. Roberto, depois de obter a Licenciatura em Teologia, frequenta agora o Curso de Licenciatura em Arte, na Escola das Artes, da Universidade Católica do Porto.
Parabéns ao novo sacerdote e votos de fecundo apostolado na Congregação, ao serviço da Igreja.

Director do Sercretariado Geral da CEP

O Pe. Joaquim Manuel Garrido Mendes será o novo Director do Secretariado Geral da Conferência Episcopal Portuguesa. Trata-se de um pedido pessoal feito pelo Cardeal-Patriarca de Lisboa e Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, com o aval do Conselho Permanente.
O Pe. Garrido acumulará este novo cargo com o de Secretário Provincial. Tal implicará trabalho redobrado e sacrifícios, quer em termos pessoais, quer em termos da Província, e foi aceite, com o apoio do Conselho Provincial, como um verdadeiro serviço à Igreja. O cargo só se tornará oficial na Assembleia Plenária de Novembro, mas começará a ser exercido em Setembro.
 

| Zeferino Policarpo, scj |