Print Friendly, PDF & Email

O P. Franceso Temporin celebrou 50 anos de Ordenação Presbiteral no passado Domingo, dia 18 de Abril.

A celebração de efeméride assim é sempre motivo para louvar e agradecer ao Senhor da Messe pela abundância das bênçãos e graças que Ele concede aos que consagra e envia, para que sejam mais fortes e fiéis na missão que lhes confia. Lembrámos isso mesmo, sobretudo no início da Semana de oração pelas Vocações.

Se não houvesse todos os constrangimentos impostos pela pandemia, certamente que teríamos sido muitos mais a comparecer ontem na Igreja do Loreto e a festa teria sido bem mais solene e participada. Adaptámo-nos às condições presentes, sentimos que os que estávamos representávamos muitos outros que não podiam estar. Uns presentes, outros à distância, unimo-nos ao P. Francesco nesta ação de graças ao Senhor por estes 50 anos de intensa vida sacerdotal e missionária.

Na sua homilia, o P. Francesco recordou precisamente essa riqueza do ministério que Deus lhe tem concedido a graça de viver, sobretudo os 25 anos passados em Moçambique, numa época muito marcada pela guerra, pela violência e por atribulações de toda a ordem. As muitas dificuldades aí enfrentadas não o impediram de prosseguir a missão. Em 2002 aceitou o desafio de ser Reitor da Igreja de Nossa Senhora do Loreto, em Lisboa, missão que ainda mantém atualmente. Foi também nessa qualidade que presidiu à missa jubilar das 11:30, destinada especialmente à comunidade italiana que vive em Lisboa e, por isso, celebrada em língua italiana. Depois da missa não houve o habitual convívio na sacristia, devido às contingências resultantes da pandemia. Mas o essencial estava celebrado. Que possa continuar a celebrar por muitos e abençoados anos, P. Francesco!

P. José Agostinho Sousa, scj