Print Friendly, PDF & Email

Dia 18 de Abril, Domingo, o P. Francesco Temporin, Reitor da Igreja de Nossa Senhora do Loreto, em Lisboa, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral. É nessa Igreja que decorrerá a celebração eucarística comemorativa, às 11:30. As restrições impostas pelo estado atual de pandemia impedem-nos de alargar a festa a muito mais gente, como gostaríamos, e de celebrar com a solenidade que o acontecimento merece.

Damos graças a Deus por estes 50 anos de ministério sacerdotal do P. Francesco, repartidos entre Moçambique, Itália e Portugal, agradecendo toda a dedicação e generosa disponibilidade. Que o Coração de Jesus continue a conceder-lhe a abundância das suas melhores bênçãos e graças e que a Virgem Maria, Nossa Senhora do Loreto, o acompanhe com a sua proteção materna.

O P. Francesco Temporin nasceu a 18 de Julho de 1943, em Carrara San Giorgio, Pádua, Itália, tendo sido baptizado a 1 de Agosto do mesmo ano. Frequentou o seminário dos Dehonianos em Albino, Bérgamo, tendo entrado para o Noviciado, em Bolognano, Trento, em 1961, professando a 29 de Setembro de 1962. No termo dos estudos teológicos, realizados em Monza e Bologna, emitiu a Profissão Perpétua a 29 de Setembro de 1967, tendo sido ordenado Presbítero a 18 de Abril de 1971.

No início do seu ministério, com o objetivo de integrar a missão de Moçambique, foi enviado a Portugal para aprender a língua portuguesa. Partiu para Moçambique em 1974, onde permaneceu até 1999, tendo integrado as comunidades de Mualama (1974-1976), Pebane (1976-1983), Gilé e Quelimane (1983-1985), Maputo (1989-1994), Invinha-Gurué (1994-1999). De regresso à Europa, esteve 2 anos em Itália, onde foi superior da comunidade de Génova, e, desde 2002, integra a Comunidade Dehoniana de Nossa Senhora do Loreto, em Lisboa, como Reitor da Igreja Italiana de Nossa Senhora do Loreto. No decurso destes 19 anos em Lisboa, sob o cuidado pastoral do P. Francesco Temporin, a Igreja do Loreto deu continuidade à secular pastoral da reconciliação, abrindo-se à cultura, com uma programação musical regular, conhecendo ainda, na comemoração dos 500 de construção, um profundo restauro.