Print Friendly, PDF & Email

Foi o encontro anual habitual, já há anos, em que se procedeu a formação,avaliação e programação de actividades conjuntas. Avaliámos como muito positiva a nossa participação, na Espanha, no Encontro Europeu Juventude Dehoniana e nas Jornadas Mundias da Juventude, bem como o excepcional trabalho dos nossos confrades espanhóis e dos seus jovens.

A formação foi sobre a Pastoral Universitária (PU) e teve como prelector o Pe. Armando Matteo, que foi assistente nacional da FUCI (Federazione Universitaria Catolica Italiana). Fomos elucidados sobre a situação da PU na Itália que não difere muito dos restantes países, incluindo o nosso. Apresentado a “condição” juvenil actual e a sua “estranheza” face à fé e à Igreja, fundamentou a necessidade de investir na PU, no contexto de toda a pastoral da Igreja e concretamente da Pastoral Juvenil e Vocacional. Como provocação para a PU, o Pe. Matteo propôs a redescoberta da “espiritualidade do estudo”, entre outras muitas achegas para uma atenção permanente a este mundo em constante mudança e normalmente marcado por desconfortos estruturais que não facilitam a missão evangelizadora da Igreja.

Os momentos de partilha, de oração e de convívio foram muito ricos e enriquecedores. Visitámos Tropea, a sua catedral e a casa do Pe. Francesco Mottola, fundador dos Sacerdotes Oblatos do Sagrado Coração. Estivemos na Universidade de Cosenza e respectiva paróquia universitária, bem como nacomunidade que a serve e, aí, tomámos conhecimento das linhas mestras da acção pastoral no meio universitário. Tivemos a simpática e animada visita dos jovens de Lamezia que estiveram no Encontro Europeu Juventude Dehoniana e na JMJ de Madrid. Fomos à Serra de São Bruno e visitámos a Cartuxa. Estivemos no santuário de São Francisco de Paola e pudemos participar na missa com o papa Bento XVI em Lamezia Terme.

Como perspectiva de futuro, o grupo de delegados apontou Portugal como “palco” para a realização do próximo Encontro Europeu Juventude Dehoniana, de 3 a 10 de Agosto de 2014.

Paulo Vieira, scj