Print Friendly, PDF & Email

O horário dos três dias que restam manda que se comece o dia com o pequeno almoço. Assim se fez. Logo de seguida, veio a oração de Laudes, presididas pelo P. Isildo.
Os trabalhos foram iniciados numa sessão com alguma solenidade, presidida por D. Manuel Neto Quintas, em que houve intervenções do P. José Ornelas de Carvalho, Superior Provincial, do P. Manuel Briñon, da Província espanhola (HI). De salientar as boas vindas dadas pelo Superior Provincial a D. Manuel Neto Quintas e ao Rui, seminarista da Diocese do Algarve, aos confrades da Província HI, e os agradecimentos a todos os intervenientes nas reflexões que nos são propostas.
Quanto à parte de reflexão, começamos a nossa longa série de reflexão com uma comunicação bastante extensa da Ir. Maria Amélia Costa, que desta vez não veio para cantar, mas para nos ajudar a reflectir sobre "A Pedagogia da Vocação". A sua reflexão foi de uma grande actualidade; para além de estar baseada na sua já longa experiência de animadora vocacional, teve um grande suporte em documentos da Igreja e textos do Cardeal Daneels, Arcebispo de Bruxelas. No fim desta comunicação, ainda houve tempo para troca de impressões e esclarecimento de dúvidas com a conferencista que se manteve connosco até ao almoço. Moderou esta sessão o P. David Quintal.
Depois de um intervalo para café, tivemos a oportunidade de meditar sobre "A nossa experiência de pastoral vocacional". Este tema foi abordado na metodologia própria de um painel, com a ajuda dos PP. Fernando Gonçalves, Fernando Ribeiro e António Augusto. Mais detalhadamente, o P. Fernando Gonçalves falou-nos da história da Pastoral Vocacional da nossa Província, ao passo que os outros dois intervenientes nos enriqueceram com a sua experiência de Pastoral Vocacional, mais ou menos como que "luzes e sombras" do nosso trabalho deste campo específico. Este painel foi moderado pelo P. Feliciano.
Antes do almoço, houve tempo para Adoração, com Hora Intermédia integrada. Quem presidiu a este acto de oração foi o P. Joaquim.
Depois do almoço, como não podia deixar de ser, houve uma longa pausa até às 15.30h, hora a que retomámos os trabalhos. O tema que nos movia desta vez era sobre "Os nossos seminários". Sob a moderação do P. Isildo, foram intervenientes os PP. José Andrade, Francisco Costa e Agostinho Basílio, apresentando as realidades do Colégio Missionário (com uma referência ao Seminário Missionário Padre Dehon, salvas as diferenças), do Instituto Missionário e do Centro Dehoniano, respectivamente.
No final desta sessão, houve um largo tempo de debate/esclarecimento, dedicado não só a este tema mas também ao tema do painel da manhã.
Depois da merenda, ainda houve a intervenção dos nossos confrades espanhóis, para partilharem a sua experiência de Pastoral Vocacional e Seminários. Intervieram os três participantes da Província HI, sendo moderador o P. José Agostinho. No final desta sessão, ainda houve tempo para novo confronto de ideias entre a mesa e a assembleia.
A Eucaristia, pelas 19.00h, foi presidida pelo P. Manuel Briñion, representante da Província de Espanha.
A seguir ao jantar, ainda houve um tempo de convívio, dedicado a Madagáscar, Angola e Associação de Leigos Voluntários Dehonianos. Foram intervenientes os PP. Armando Baptista e José Ornelas. Pela ALVD, falou o Cl. Luciano.

| Ricardo Freire |