Print Friendly, PDF & Email

Para celebrar o quinto aniversário da publicação da Carta Encíclica Laudato Si, o Papa Francisco convida-nos a viver a “Semana Laudato Si”, de 16 a 24 de Maio.

A 24 de Maio de 2015, Solenidade de Pentecostes, o Papa Francisco assinava este documento, inspirado na figura de São Francisco de Assis, convidando-nos a refletir sobre a necessidade de promover uma nova consciência ecológica, capaz de nos levar a cuidar do nosso planeta e de toda a criação, nossa casa comum, no respeito por uma ecologia integral que urge promover, onde toda a vida seja respeitada e promovida na sua dignidade e integridade.

Esta semana agora proposta visa avaliar os efeitos produzidos pela Laudato Si na mudança de comportamentos e atitudes e despertar ainda mais as sensibilidades para a importância da causa ecológica.

 

Oração para o quinto aniversário da Laudato si’

Senhor Deus de amor,
Criador do céu e da terra e de tudo o que eles contêm,
Tu nos criaste à tua imagem
e nos tornaste administradores da tua criação,da nossa casa comum.
Tu nos abençoaste com o sol, a água e a terra
tão generosa que a todos alimenta.
Abre as nossas mentes e toca os nossos corações,
para que saibamos darmo-nos conta do dom da tua criação.
Ajuda-nos a sermos conscientes
de que a nossa casa comum não nos pertence só a nós
mas a todas as gerações futuras,
e que é responsabilidade nossa preservá-la.
Faz que possamos ajudar cada pessoa a ter
o alimento e os recursos de que precisa.
Faz-te presente para os necessitados nestes tempos difíceis,
especialmente para os mais pobres e vulneráveis.
Transforma em esperança o nosso medo,
a nossa ansiedade e os sentimentos de solidão,
para podermos experimentar uma verdadeira conversão do coração.
Ajuda-nos a mostrar a nossa solidariedade criativa
no afrontar as consequências desta pandemia.
Torna-nos corajosos para abraçar as mudanças na procura do bem comum.
Agora, mais que nunca, possamos sentir
que estamos todos unidos e interdependentes.
Faz de modo a que possamos ouvir e responder
ao grito da terra e ao grito dos pobres.
Que os sofrimentos atuais possam ser
as dores do parto de um mundo mais fraterno e sustentável.
Sob o olhar terno de Maria Auxiliadora, isto te pedimos
por Cristo, nosso Senhor.
Amen.