Print Friendly, PDF & Email

Na semana, entre os dias 5 a 11, decorreu o último encontro de noviços da Península Ibérica. Este encontro teve uma organização diferente dos anteriores, devido às atividades formativas que nele aconteceram e ligeiramente diferentes do habitual.

Mas antes de destacar estas diferenças, destaco a presença de um outro noviço que não tinha participado nos encontros anteriores. Falo de Martti, que é noviço dehoniano na Alemanha, mas do Distrito da Finlândia. Este noviço juntou-se aos outros três que já tinham estado nestes encontros por 5 vezes (três em Aveiro e dois em Salamanca). Deste modo estiveram presentes os noviços Alí e César ( noviços da região da Venezuela, que fazem noviciado em Salamanca) e o seu Mestre de noviços, Pe. Ramon, o noviço Filipe (noviço português, que faz o noviciado em Aveiro) com o seu Mestre, Pe. José Armando, e o noviço Martti, também com o seu Mestre, Pe. Levi (da Província do Brasil, mas que trabalha na Província da Alemanha).

Este encontro teve como objetivo fazer o aprofundamento da Espiritualidade do Coração de Jesus, de manhã, e também fazer a “experiência de Betânia”, à tarde, com o acolhimento aos peregrinos de Santiago de Compostela. Com esta intenção tivemos formação de manhã com o Pe. Ramon, onde nos falou do desenvolvimento desta Espiritualidade a partir dos Evangelhos, passando pelos Padres da Igreja, pelos santos que aprofundaram esta Espiritualidade (S. João Eudes, Santa Margarida Alacoque,…), até aos nossos dias. Como é essencial para nós dehonianos, também falámos da Espiritualidade do Coração de Jesus no Padre Dehon, que bebeu da Sagrada Escritura, dos Padres da Igreja, dos santos da Igreja e da “escola francesa”. Por fim, vimos como podemos viver hoje esta Espiritualidade e como propô-la aos nossos contemporâneos.

Durante a tarde, fizemos a “experiência de Betânia”, acolhendo os peregrinos, fazendo massagens nos pés para relaxar, aliviar os pés doridos e para que no dia seguinte pudessem caminhar melhor. Além do convite para a adoração, para que fizessem da peregrinação um encontro com o Senhor.

Na quarta-feira (dia 8 de Julho), interrompemos estas atividades formativas e peregrinámos até Lourdes. Nesta peregrinação, acompanharam-nos duas leigas dehonianas. Em Lourdes aproveitámos para celebrar a eucaristia,  para conhecer o que este lugar nos apresenta e para rezar e participar na procissão e adoração ao santíssimo. Foi um momento de conhecer mais a história das aparições de Nossa Senhora a Santa Bernardette Soubirous.

Assim foi este último encontro de noviços dehonianos que se encontram agora na recta final do noviciado e apresentam os seus pedidos para a Primeira Profissão.

Filipe André, noviço dehoniano