Print Friendly, PDF & Email

Foi sob este lema que partiram 12 jovens (3 da Madeira, 4 de Lisboa e 5 do Porto) e três sacerdotes (Pe. Juan, Pe. Igor e Pe. Ricardo Teixeira) rumo a Frascati (Itália) para participar no Encontro Europeu do Jovens Dehonianos que se realizou de 5 a 12 de Agosto.

Tendo como anfitriões a província da Itália Meridional (Itália do Sul), ficamos hospedados no Centro Giovani XXIII, uma das nossas casas convertidas em albergue.

Ao todo eram cerca de 100 jovens, provenientes de vários países da Europa (Portugal, Espanha, Itália do Norte e do Sul, Polónia).

Este encontro ficou marcado por momentos de reflexão motivados por várias interpelações (“Quem vês?” “Quem encontras?” “Quem amas?”) e que foram o pontapé de saída para workshops, profundos momentos de partilha entre os jovens e o testemunho de famílias de refugiados e sua inserção na nova realidade italiana.

Outro momento importante também foram as tardes de convívio informal, tendo a piscina e os campos de jogos como pano de fundo. Claro que a piscina foi um lugar importante para combater o húmido calor que se fez sentir durante todos estes dias (e nem mesmo a chuva ou a trovoada nos parou!).

Para condimentar este belo encontro, dedicamos também um dia para visitar Roma, com uma celebração na basílica de São Pedro, havendo também espaço para uma visita cultural aos lugares emblemáticos desta bela cidade; outro dia foi dedicado a Assis, cidade que parece ter parado no tempo e que nos transporta à época medieval, onde houve oportunidade de visitar a basílica de São Francisco, de Santa Clara e os lugares emblemáticos da experiência mistico-religiosa de Francisco.

Mas a cereja no topo do bolo estava reservada para os dias 12 de 13 de Agosto, onde, juntamente com mais de 80 mil jovens de toda a Itália, fomos ao encontro do Papa Francisco numa iniciativa chamada “Per mille strade”. Dois foram os momentos altos desta iniciativa: o encontro e vigília com o Papa no Circo Massimo na tarde e noite de sábado e a celebração da Eucaristia presidida pelo bispo do Panamá na praça de São Pedro, arrematada com o Angelus e a mensagem conclusiva do Papa aos jovens.

Foi por isso uma experiência única, onde tivemos a oportunidade de viver e experimentar o que é ser família dehoniana nesta época de globalidade. Numa das intervenções do conselheiro geral Pe. Stephen referia que estes eram o rosto mais jovem e belo da espiritualidade dehoniana.

Voltamos de coração cheio, rico de experiências, novas amizades, sempre prontos a continuar esta maravilhosa viagem da fé que começa sempre no coração!

Pe. Juan Noite

 

Flickr Album Gallery Powered By: WP Frank