Print Friendly, PDF & Email

Última semana de Formação de Ecónomos SCJ em Salamanca. Ao longo destas duas últimas semanas, a formação foi mais prática. Incidiu sobre: bancos e meios financeiros; planificação e controlo de gestão; análise económico-financeira e tomadas de decisões; contabilidade; balanços; orçamentos.
Na formação espiritual (administração dos bens da Igreja), o Secretário Geral dos SCJ, Pe. Marek, apresentou-nos as leis da Igreja e da Congregação no que se refere aos bens eclesiásticos.
Iniciámos esta semana com o “PRATICUM”: como bem lançar dados num programa de contabilidade oficial da Província HI; análise dos resultados obtidos e como usá-los para a programação económica trienal das Províncias.
Durante este tempo também tivemos oportunidade de conhecer algumas realidades da Província HI e visitar cidades histórias na vida da Igreja de Espanha. Em Alba de Tormes, onde se encontra a primeira fundação de Santa Teresa de Jesus, pudemos contemplar a grandeza da sua obra através de uma exposição acompanhada por uma irmã carmelita, que retratou toda a história da vida de Teresa de Jesus. No fim da visita, o grupo celebrou a Eucaristia na capela onde se encontra sepultada a SANTA. Ávila, Madrid e Toledo foram as últimas cidades percorridas em peregrinação.
Num fraterno convívio acabamos sempre por descobrir a criatividade de alguns participantes na inovação do vocabulário: horista – trabalhador a horas; chavear – fechar à chave; rodízio de pessoas – turno de trabalho; sakafotos – fotógrafo (Pe. Manuel, LU), conhecido como paparazzi japonês…; xerocar – tirar fotocópias (…); camisola – camisa da noite.
Como vos lembrais, programámos no início do curso a abertura de uma fábrica de velas. Devido aos custos fomos obrigados a fechá-la antes de abrir, por não termos apoio financeiro suficiente para o lançamento da primeira pedra. Surgiu depois uma empresa mais rentável: loja de velas no santuário de S. Judas Tadeu em S. Paulo que tem um consumo de 30 mil quilos de cera por mês, tendo eles de recorrer a um “crematório” exterior para queimar as velas.
Ficam para depois as conclusões práticas deste encontro.
Adeus e até breve.

Um abraço.

| Manuel Domingos Pestana, scj |