Print Friendly, PDF & Email

O passado dia 16 de junho foi um dia de grande festa no Seminário Missionário Padre Dehon. Foi celebrada a missa de envio dos voluntários missionários da ALVD (Associação dos Leigos Voluntários Dehonianos) da região Norte, seguida de uma churrascada com o fim de os apoiar neste seu projecto missionário.

Às 11 horas da manhã, na capela grande do Seminário, teve início a missa de envio, presidida pelo Superior da casa, o padre António Loureiro. Na sua homilia, este padre, que também acompanhará os 16 voluntários em missão, fez questão de afirmar que este grupo não vai levar nada consigo, mas sim partilhar uma forma e um estilo de vida: «nós não vamos levar coisas, nós vamos partilhar a nossa forma de viver, as nossas convicções, o nosso estilo de vida, e por conseguinte ajudar a algum desenvolvimento humano e cultural».

No desenrolar da celebração eucarística, os voluntários receberam uma Cruz Dehoniana como sinal da missão que realizarão em Angola e Moçambique. No final da missa, o padre António Loureiro disse ainda: «nós não vamos todos em missão porque somos um grupo de amigos, ou por causa da nossa amizade, mas sim porque temos todos um elo em comum que é Deus, o amor de Deus».

Terminada a eucaristia, que contou com a presença de mais de duas centenas de participantes, seguiu-se a churrascada.  Neste convívio, realizado no campo de futebol do Seminário, estiveram presentes aproximadamente 300 pessoas. A animação musical esteve entregue à Gondomar Band. Este momento mais descontraído permitiu que as pessoas convivessem umas com as outras e pudessem contactar mais de perto com o grupo de voluntários que partirá nesta aventura pelas terras de África, já a partir do dia 27 deste mês.

Numa tarde bastante amena e solarenga, quando o relógio marcou as 17 horas, o padre Loureiro, depois de sortear umas rifas, deu por terminada a churrascada. Realçou ainda a ideia de que não é apenas este grupo que vai em missão para África. Com eles vão todas as pessoas que ajudaram de uma forma direta ou indireta a realizar este projeto: «nós não vamos sozinhos nesta missão, mas connosco vão, também, todas as pessoas que ajudaram de alguma maneira, doando roupas, cadernos, livros, etc…e todas as que rezam por nós.»

Nuno Gomes, seminarista dehoniano

 

Flickr Album Gallery Powered By: WP Frank