Print Friendly, PDF & Email

A Comunidade do Seminário Nossa Senhora de Fátima tem, naturalmente, tido uma intensa atividade formativa, comunitária, universitária, entre tantas outras.

Assim, no mês de Janeiro tivemos o chamado mês de clausura com os exames, trabalhos e bastante estudo. Acolhemos o encontro de Secretários e Diretores de Publicações Dehonianas e participámos nas conferências promovidas pela UCP sobre o II Concílio do Vaticano. A conferência de Janeiro foi dedicada ao tema do diálogo inter-religioso e foi moderada pelo nosso confrade Pe. Saturino Gomes. No dia 18 de Janeiro, realizámos uma vigília de oração, no âmbito da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos.

O mês de Fevereiro, mais calmo e tranquilo, foi também ele marcado por várias iniciativas que mereceram a participação da nossa comunidade. Nesse sentido, iniciámos logo o mês participando, na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, na Vigília de Oração em vista a preparação do Dia do Consagrado que celebrámos no dia 2 de Fevereiro, na Sé Patriarcal de Lisboa. Acolhemos a XIV Assembleia de Párocos onde toda a comunidade participou ativamente quer na Liturgia quer na conferência do Bispo do Porto, D. Manuel Clemente. Entre os dias 9 e 12 participámos na Semana de Estudos sobre a Vida Consagrada, em Fátima, onde refletimos sobre o tema “Fé e Vida Consagrada”. Destaque para a participação do Pe. Ricardo Freire, que deu um testemunho da sua vocação, e para o Pe. Manuel Barbosa, que proferiu uma conferência sobre a temática da Nova Evangelização.

Terminados os exames, feita a normal e saudável avaliação do primeiro semestre, realizámos o tradicional convívio festivo, acompanhado por uma boa espetada madeirense. De passagem por Portugal, o nosso encontro comunitário contou com a presença do Bispo de Lichinga, D. Élio Greselin. Para além do convívio, celebrou a Eucaristia, alargada aos Voluntários da ALVD, e visitou algumas localidades portuguesas, acompanhado pelo Pe. Adérito Barbosa.

E assim se passam os dias dos religiosos do Seminário Nossa Senhora de Fátima, nestes primeiros tempos do novo ano.

Tiago Pereira, scj