Caríssimos confrades, benfeitores e amigos

É com profunda tristeza e consternação que partilho convosco a notícia do falecimento do nosso Confrade, P. João Freitas Nóbrega, aos 75 anos, no Lar de N. S. do Amparo, do Centro Social e Paroquial de S. Romão de Carnaxide.

Unimos a tristeza e a dor da perda do P. João, à esperança de sabê-lo no seio do Coração de Jesus, a quem dedicou toda a sua vida.

Damos graças a Deus pela vida do P. João Nóbrega, por tanto bem semeado, pela dedicação ao evangelho, que inspirou toda a sua vida.
Agradeço, em nome de toda a Província, a todos os confrades das comunidades do Forte da Casa e do Seminário Missionário Padre Dehon, que cuidaram do P. João Nóbrega, bem como aos profissionais de saúde, do Hospital de Vila Franca de Xira, e do lar de N. S. do Amparo, em Carnaxide, pelo seu cuidado e dedicação.

O P. João Freitas Nóbrega, filho de Manuel Nóbrega e de Conceição Constantina de Freitas, nasceu a 23 de Junho de 1946, na freguesia do Porto da Cruz, no Concelho de Machico (Ilha da Madeira). Foi baptizado na paróquia do Porto da Cruz, no dia 6 de Julho do mesmo ano, e crismado na sua paróquia, a 14 de Outubro de 1956.

Ingressou no Colégio Missionário Sagrado Coração, em 1957, e aí frequentou os três anos de escolaridade, até 1961. Em Coimbra, no Instituto Missionário Sagrado Coração, prosseguiu os estudos, tendo terminado os anos liceais, em 1965, ano em que, em Aveiro, iniciou o Noviciado. Tornou-se Dehoniano, a 29 de Setembro de 1966, com a Profissão Religiosa. Nesse mesmo ano, partiu para Monza, em Itália, onde fez os dois primeiros anos de filosofia. Depois do estágio no Seminário Missionário Padre Dehon, entre 1968 e 1969, prosseguiu o Curso de Teologia, em Lisboa, entre 1969 e 1972. Ordenado presbítero a 8 de Abril de 1973, em Lisboa, parte para o Porto, onde se dedicou à pastoral vocacional, e à leccionação como professor de Religião e Moral. Regressou a Lisboa, em 1977, sendo nomeado Coadjutor da Paróquia de Carnaxide, e, em 1979, Reitor do Santuário de N. S. da Rocha, até 1983. Nesse ano, foi enviado a colaborar no cuidado pastoral daquela que mais tarde seria a Paróquia de N. S. da Boavista, no Porto, e aí serviu até 1995.

Integrou a Comunidade de Aveiro, de 1995 a 2001, tendo sido Superior e Pároco de Eixo, tendo sido nomeado Conselheiro Provincial no triénio 1997-2000.

De 2001 a 2010, voltou a integrar a Comunidade de N. S. da Rocha, onde foi Pároco de Carnaxide e Superior da Comunidade, dois triénios, e Ecónomo e Reitor do Santuário de N. S. da Rocha, no último triénio.

Desde 2010, fazia parte da Comunidade do Forte da Casa, onde de dedicou ao cuidado pastoral das paróquias do Forte da Casa e da Póvoa de Santa Iria.

P. João Nélio Pereira, scj
Superior Provincial