CANTO DE EXPOSIÇÃO DO SANTÍSSIMO

INTRODUÇÃO

Em muitas passagens das suas cartas, São Paulo dá aos crentes indicações concretas para a vida de todos os dias, inspiradas pela fé. A vida quotidiana, de facto, provoca-nos constantemente a reconhecer nas situações reais o amor de Deus que salva, a acolhê-lo e transmiti-lo aos irmãos.
Examinemos a nossa vida e ofereçamo-la a Cristo em espírito de amor e de reparação. Intercedamos pelos nossos irmãos confrades, pelas diversas expressões da Família Dehoniana, pelos nossos benfeitores e colaboradores. A unidade da comunidade e as boas relações com os irmãos são um testemunho de caridade e de vida evangélica, essencial à natureza, à vida e à missão da própria Igreja.
Peçamos a Deus de chamar muitos jovens para fazer parte da nossa Congregação, para que possam partilhar connosco o trabalho apostólico que Deus nos quis confiar.

Escutai a Palavra de Deus, da Carta do Apóstolo São Paulo aos Romanos
(Rm 12,1-3.9-18)

Eu vos exorto, irmãos, pela misericórdia de Deus, a que ofereçais os vossos corpos como sacrifício vivo, santo, agradável a Deus. Seja este o vosso verdadeiro culto, o espiritual. Não vos acomodeis a este mundo. Pelo contrário, deixai-vos transformar, adquirindo uma nova mentalidade, para poderdes discernir qual é a vontade de Deus: o que é bom, o que lhe é agradável, o que é perfeito. Assim, em virtude da graça que me foi dada, digo a todos e a cada um de vós que não se sinta acima do que deve sentir-se; mas sinta-se preocupado em ser sensato, de acordo com a medida de fé que Deus distribuiu a cada um. […] Que o vosso amor seja sincero. Detestai o mal e apegai-vos ao bem. Sede afectuosos uns para com os outros no amor fraterno; adiantai-vos uns aos outros na estima mútua. Não sejais preguiçosos na vossa dedicação; deixai-vos inflamar pelo Espírito; entregai-vos ao serviço do Senhor. Sede alegres na esperança, pacientes na tribulação, perseverantes na oração. Partilhai com os santos que passam necessidade; aproveitai todas as ocasiões para serdes hospitaleiros. Bendizei os que vos perseguem; bendizei, não amaldiçoeis. Alegrai-vos com os que se alegram, chorai com os que choram. Preocupai-vos em andar de acordo uns com os outros; não vos preocupeis com as grandezas, mas entregai-vos ao que é humilde; não vos julgueis sábios por vós próprios. Não pagueis a ninguém o mal com o mal; interessai-vos pelo que é bom diante de todos os homens. Tanto quanto for possível e de vós dependa, vivei em paz com todos os homens.

Silêncio para reflexão pessoal e para adoração

ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES DEHONIANAS

(Oração da 46ª Jornada Mundial de Oração pelas Vocações)

Com profunda confiança, nos dirigimos a Ti, Senhor,
por intercessão de Maria, tua e nossa Mãe.

Concede à Igreja que se dirige a Ti
que não faltem lhe faltem as Vocações,
especialmente as de total dedicação ao teu Reino.

Nós te rezamos por tantos irmãos e irmãs
que responderam com “sim” de Amor total
ao teu chamamento ao Sacerdócio,
à vida consagrada e à missão.

Rezamos pelos que, na vida matrimonial e familiar,
são chamados a dar testemunho de Amor fiel.

Concede-nos que as suas vidas se renovem,
dia após dia, e sejam sinal vivo
do “Evangelho do chamamento”.

Senhor da ternura e da misericórdia,
infunde nos nossos corações,
por vezes confusos e incertos,
uma grande reserva de Confiança.

A Ti que nos amas por toda a eternidade. Amen.

CANTO

Eis-me aqui (M. Frisina)