Print Friendly, PDF & Email

CANTO DE EXPOSIÇÃO DO SANTÍSSIMO

INTRODUÇÃO

A Eucaristia é o memorial do sacrifício redentor de Cristo, que Se oferece todos os dias pela vida do mundo. A Eucaristia recorda-nos que Cristo nos amou e Se deu a Si mesmo por nós, qual sinal da humanidade nova reconciliada no amor. Por isso, a adesão a Cristo tem a sua fonte perene e inesgotável na Eucaristia, para que a nossa vida se torne uma missa contínua, e exprime-se na adoração eucarística, para a reconciliação dos homens.

Escutai a Palavra de Deus, da Primeira Carta do Apóstolo São Paulo aos Coríntios (1Cor 11,23-29.33-34)

Eu recebi do Senhor o que também vos transmiti: o Senhor Jesus na noite em que era entregue, tomou pão e, tendo dado graças, partiu-o e disse: «Isto é o meu corpo, que é para vós; fazei isto em memória de mim». Do mesmo modo, depois da ceia, tomou o cálice e disse: «Este cálice é a nova Aliança no meu sangue; fazei isto sempre que o beberdes, em memória de mim.» Porque, todas as vezes que comerdes deste pão e beberdes deste cálice, anunciais a morte do Senhor, até que Ele venha. Assim, todo aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor indignamente será réu do corpo e do sangue do Senhor. Portanto, examine-se cada um a si próprio e só então coma deste pão e beba deste vinho; pois aquele que come e bebe, sem distinguir o corpo do Senhor, come e bebe a própria condenação. […] Por isso, meus irmãos, quando vos reunirdes para comer, esperai uns pelos outros. Se algum tem fome, coma em casa, a fim de não vos reunirdes para vossa condenação. Quanto a outros assuntos, hei-de resolvê-los quando chegar.

Silêncio para reflexão pessoal e para adoração
 

ORAÇÃO

Senhor Jesus, reconhecemos
o teu amor no sinal do teu lado aberto :
o que vimos pela inteligência
coloca no nosso coração a força
de nos tornarmos solidários dos homens do nosso tempo.

Tu que subiste ao céu para sempre,
atrai todos os homens a Ti.
Tu que és a única fonte à qual devemos acorrer,
permite que venhamos a Ti com os nossos irmãos.

Tu que nos pedes para nos consagrarmos a Ti,
de estar unidos à tua oblação,
de ser ministros da obra da reconciliação,
concede-nos a fidelidade a esta vocação.

Queremos viver na fé e com plena disponibilidade.
Eis, Senhor, como teus servos diante de Ti.
Aderimos à missão de anunciar o teu reino,
dispostos a servir-Te em todas as situações da vida,
aceitando as provas que Te aprouver enviar-nos.

Converge para Ti
os recursos e os dons de que dispomos,
de modo que o nosso andar
seja dirigido unicamente para Ti, que estás no nosso coração.

Que venha de Ti o desejo
e que venha de Ti também o apagamento.

Que o teu amor nos sacie profundamente,
a Eucaristia nos alimente quotidianamente,
a tua caridade nos impele urgentemente ao apostolado,
de maneira que não vivamos mais para nós mesmos,
mas para Ti, que morreste e ressuscitaste por nós,
para alegria e glória do Pai.
Amen.

CANTO (OU OUTRO)

Anima Chtisti (M. Frisina)