Print Friendly, PDF & Email

“Qual de vós, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, se pedir peixe, lhe dará uma serpente? Ou, se lhe pedir um ovo, lhe dará um escorpião? Se vós, que sois maus sabeis dar coisas boas aos vossos filhos, quanto mais o Pai do Céu…”

Estas palavras de Jesus vêm como resposta às nossas queixas. Muitas vezes pedimos paz e só encontramos guerra, rogamos por pão e só nos dão pedras, procuramos a felicidade e só encontramos dificuldades. Mas será mesmo assim? Para Deus, tal qual para nós, não há dificuldades mas apenas oportunidades. Um obstáculo é tão só uma ocasião de testar a minha capacidade de afirmar uma vitória. É possível confundir um pedaço de pão com um pedra, isto é, as pedras da minha vida afinal são pedaços de pão que Deus me dá para me fortificar. Por isso posso concluir:

Posso uma vez por outra confundir
Serpente com peixe, pedra com pão
Ou mesmo um ovo com escorpião
E Deus com certeza ficará a rir:

Repara bem, meu filho, sou teu Pai,
não te dou nenhuma pedra ou serpente.
Repara que tudo é diferente
Não é pedra mas pão que aí vai.

Relembro-me então, daquela desgraça,
Dificuldades por que já passei,
Custaram-me a suportar, bem sei,

Mas foram, acima de tudo, graça:
Porque assim elas me alimentaram
E para a dura vida me prepararam.

Pe. José David Quintal Vieira, scj
davidvieira@netmadeira.com