João Nélio Simões, scj, Superior Provincial

Caríssimos amigos e benfeitores

A celebração do Ano “Família Amoris Laetitia” veio reforçar a reflexão sobre a importância da instituição familiar na igreja e na sociedade e o cuidado pastoral que lhe devemos dedicar para a proteger e ajudar nos seus maiores desafios. Foi numa preocupação de nos envolvermos com toda a Igreja nesse cuidado que quisemos dedicar o tema central desta edição à Família.

As mudanças antropológico-culturais que vivemos atualmente estão a influenciar fortemente a vida das famílias. O individualismo, o consumismo, a cultura do provisório, a queda demográfica, as migrações, o desemprego, a pobreza, são fatores fortes que colocam à prova a consistência das famílias e muitas vezes provocam sofrimento e rutura nessa que deveria ser a casa e escola primeira da vida em sociedade e em Igreja.

Diariamente chocam-nos as imagens dramáticas que nos chegam da separação forçada de inúmeras famílias por causa da guerra que fere a ternura, a beleza, a proteção, a alegria, a paz, próprias do ambiente familiar que nos diz tanto e ao qual devemos tanto.

Se é belo, bom e desejável todos os seres humanos terem uma família, também é importante que nesse espaço eles aprendam a construir uma família maior, a família universal, a família de Deus; porque a humanidade é uma família de famílias, construtora da verdade, da liberdade, do amor e do perdão.

Caríssimos amigos, sejamos nós também colaboradores nesta missão e que nunca pactuemos com situações de violência e injustiça dentro ou contra as famílias. Peço ao Sagrado Coração de Jesus, que neste mês a Ele dedicado, derrame as Suas bênçãos nas vossas casas e proteja todos os membros das vossas famílias.

Bem hajam por serdes também parte da nossa Família Dehoniana.