Os postulantes do Centro Dehoniano, acompanhados Pe. João e pelo Pe. Gouveia, realizaram uma vista aos lugares onde nasceu e viveu Santa Teresa.

No dia 5 de Julho partimos do Porto, em direção a Salamanca. Tendo chegado ao Seminário Leão Dehon, encontramos alguns confrades à nossa espera, que fraterna e alegremente nos acolheram. Depois de jantarmos e convivermos um pouco com esses confrades, fomos descansar da longa e quente viagem que tínhamos feito nesse dia.

Na manhã, do dia 6 fomos visitar o centro histórico da Cidade de Salamanca. De tarde fomos a Alba de Tormes, localidade onde na noite de 15 de Outubro de 1582 S. Teresa de Jesus faleceu, repetindo humildemente duas expressões: «No fim, morro como filha da Igreja» e «Meu Esposo chegou a hora de nos vermos».

Depois de termos visitado os museus, Igrejas (S. Teresa de Jesus e S. João da Cruz), fomos até ao Colégio-Seminário S. Jerónimo. Tivemos oportunidade de desfrutar da piscina que naquela tarde quente teve um sabor especial, foi uma excelente oportunidade para nos “refrescamos”. Visitámos as instalações do seminário e tomamos conhecimento do processo pelo qual foi passando aquele antigo mosteiro até chegar ao que é hoje.

No dia 7 dirigimo-nos para Ávila, cidade Natal de Teresa de Ahumada. Iniciamos a visita pelo Convento da Encarnação, depois pela Sé Catedral e, finalmente, pelo Convento de S. José (1º convento fundado por S. Teresa). Depois de um saboroso “manjar” com vista para as muralhas da cidade terminamos o nosso dia em Ávila com a visita à Igreja de S. Teresa de Jesus, construída no local onde esta nasceu e viveu a sua infância.

A visita aos lugares onde viveu Santa teresa nasceu e viveu, proporcionou-nos uma bela experiência espiritual, humana e cultural porque nos ajudou a compreender a sua profundidade espiritual e a de São João da Cruz, santos místicos e doutores da Igreja, tão importantes referências para a doutrina e fé católica. Esta foi, sem dúvida, uma bela forma de celebrar o V Centenário do nascimento de Santa Teresa de Jesus.

 

Carlos Araújo e Luís Mouta, Postulantes