Print Friendly, PDF & Email

Desde o dia 14 de Setembro que 14 confrades portugueses participam no primeiro Encontro Mundial para Jovens Consagrados, a decorrer em Roma.

Por decisão dos Superiores Maiores SCJ da Europa, o Padre Zeferino Policarpo ficou responsável pela organização do grupo dehoniano, prevendo um encontro prévio com os confrades mais novos das entidades da Congregação na Europa. Compareceram à chamada, além do grupo português, um escolástico da província da Europa Francófona.

Depois de um tempo de visita à "cidade eterna", houve oportunidade de contacto próximo com as estruturas romanas da Congregação, donde se destaca o encontro fraterno com o Superior Geral, P. Heiner Wilmer. Lembrando o conselho de Bento de Núrsia que desafiava os abades a "escutar os mais novos da comunidade", o Superior Geral pediu-nos uma sincera partilha de inquietações e perspectivas. Em conclusão, desafiou-nos a investir no espírito de humor, na persistência e na construção da comunidade.

Já em conjunto com os cerca de 4.000 jovens consagrados, percorremos um itinerário temático em torno do "chamamento", da vida comunitária, da missão e da comunhão. Das diversas dinâmicas previstas, destacou-se como preciosa a audiência com o Papa Francisco. Chegou cedo, e visivelmente abatido. Saudou-nos a todos, em particular, aos consagrados vindos do Iraque e da Síria. Com sinais de cansaço e de alguma tristeza dispôs-se a responder espontaneamente a algumas perguntas que lhe formulámos. Gradualmente recuperou o seu humor desconcertante. Pediu-nos cuidado com a "fofoquice", que classificou de pecado e terrorismo, que como um cancro destrói cobardemente o outro e a vida comunitária. Desafiou-nos à criatividade profética, que contrapôs à "observância rígida", que apelidou de um exagerado egoísmo narcísico; à memória; à evangelização pelo testemunho e pelo diálogo próximo, e não pela observância; e à adoração eucarística como "antídoto" do narcisismo. Sorridente, despediu-se desabafando: "Obrigado. Fez-me bem este encontro". 

Agradecemos a todos os Confrades que tornaram possível a nossa participação neste encontro inédito, com encerramento previsto para o dia 19.

António Pedro Monteiro

[DIÁLOGO DO PAPA FRANCISCO COM OS PARTICIPANTES (pfd)]