Print Friendly, PDF & Email

As palavras mágicas foram pronunciadas ao terminar a Missa: “Declaro encerrado o XXIII Capítulo Geral da Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus”! Foi o novo Superior Geral da Congregação, Pe. Heiner Wilmer, que fez a solene declaração.

Mas o dia não se resumiu a uma frase, por mais solene que seja. A Missa foi bonita! Foi carregada de emoção, como não poderia deixar de ser. O novo Superior Geral e o seu Conselho assumiram a presidência, onde também marcaram presença o Pe. José Ornelas, Superior Geral cessante, e o Superior Geral de outros tempos, Pe. Antonio Panteghini. Só faltava o Dom Virginio Bresanelli para completar o “ramalhete” de Gerais. Mesmo distante, não deixou de ser lembrado, como o fora na visita ao Papa Francisco, seu amigo de longa data.

Celebrámos a Missa do Coração de Jesus, como que a antecipar a Solenidade que ocorre na próxima semana. A celebração foi intensamente vivida por quantos estavam presentes e terá sido seguida com a maior das atenções pelos que resolveram acompanhar-nos em directo através da emissão da TeleDehon. A Missa foi como todas as outras, com cânticos e leituras nas mais variadas línguas. Uma das grandes novidades foi mesmo a Profissão de Fé feita pelo novo Superior Geral, seguida das respectivas assinaturas. Tudo terminou em beleza, com as tais palavras já citadas e com cada um a receber uma bonita vela comemorativa do Capítulo e a respectiva mensagem final. A culminar este ambiente de celebração festiva, cada um dos padres capitulares foi convidado a levar como recordação a estola que foi propositadamente confeccionada na Indonésia para esta ocasião.

O almoço deu continuidade ao tom de festa da celebração eucarística. Houve discursos e agradecimentos, sobretudo à equipa da cozinha, pelo extraordinário serviço prestado à multidão capitular. Depois começou a debandada: entre hoje e amanhã haverá a ponte aérea que nos restituirá às diferentes partes do mundo de onde viemos. Hoje já partiram alguns, curiosamente sobretudo os que não precisam de avião para regressar aos lugares de onde vieram.

O repasto prolongado e o calor abrasador que se faz sentir em Roma convidavam ao descanso. Creio que terá sido essa a opção da maior parte dos capitulares que ainda continuam por cá. Ao fim da tarde, a comunidade lusa, seja a habitualmente residente como a que veio de propósito para o Capítulo, juntou-se à volta de uma espetada madeirense, superiormente preparada pelo Superior Provincial, Pe. Zeferino Policarpo, coadjuvado por outros especialistas na matéria. O novo Superior Geral e o Conselheiro cessante, Pe. Claudio Weber, foram convidados de honra. Entre outros motivos de celebração, foi com alegria que acolhemos alguém que está de volta à Província Portuguesa: o Pe. José Ornelas!

Assim termina mais um Capítulo Geral, momento de comunhão fraterna e de experiência da universalidade desta família religiosa espalhada pelo mundo. Foi com muito gosto que partilhei estes acontecimentos convosco!

José Agostinho F. Sousa, scj