Print Friendly, PDF & Email

O mês de Agosto é marcado pela dispersão própria do tempo privilegiado para férias. Mas isso não nos impede de, em cada ano, nos reunirmos para celebrar o dia 12, data da partida do Padre Dehon para a Casa do Pai. Este ano celebrámos 95 anos da morte do nosso Fundador.

Em Aveiro, fomos cerca de 30 os que nos juntámos para assinalar a data, vindos das diferentes Comunidades, uns em tempo de férias, outros ainda em modo trabalho. Seguimos o programa previsto: começámos por nos reunir no cemitério de Esgueira para, junto do nosso jazigo, evocar todos os Confrades que fizeram parte da história da presença Dehoniana em Portugal. Dali fomos para a igreja paroquial, para a celebração da Missa, presidida pelo neo-sacerdote José Joaquim e concelebrada pelos restantes, incluindo D. José Ornelas, Bispo de Setúbal e Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, que esteve alguns dias a descansar na Casa Sagrado Coração. Durante a “Missa Nova” houve tempo para os nossos Confrades Fabrise e Nigel, da Província dos Camarões, renovar os seus votos e com eles todos nós, através da oração do Acto de Oblação e do hino da Congregação.

Foi na Casa Sagrado Coração que nos juntámos para o almoço/convívio, no amplo refeitório que garantia respeitar as necessárias distâncias, tal como acontecera antes, na igreja. Depois foi o regresso de cada um ao seu lugar de férias ou de trabalho.

P. José Agostinho Sousa, scj