Print Friendly, PDF & Email

Começámos o último dia do Capítulo com a oração de laudes.

Na primeira sessão, depois de lida e aprovada a ata do dia anterior. Depois os padres Domingos Pestana e Álvaro partilharam a realidade e os desafios das missões de Angola e Madagáscar, onde, respetivamente, trabalham estes missionários.

Após o intervalo da manhã, os grupos reuniram-se para discussão e apresentação de propostas de moções e recomendações a apresentar em assembleia para debate e escrutínio das mesmas.

Ao final da manhã os participantes fizeram adoração ao Santíssimo e rezaram a hora intermédia.

Na sessão da tarde, foram apresentadas as moções e as recomendações, a que se seguiram as votações em ordem à sua admissão ao debate e, por último, o seu escrutínio final.

Foi ainda constituída uma comissão para elaborar o Documento-Síntese do Capítulo. Dirigiram ainda uma palavra conclusiva o Pe. Álvaro Gaspar, representante da região de Madagáscar, o Pe. Manuel Domingos Pestana, Superior Distrital de Angola, e o Pe. Cláudio Weber, Conselheiro Geral. Por último, usando da palavra, o Pe. Zeferino Policarpo, Superior Provincial, agradeceu a Deus pelo espírito deste capítulo e pelo dedicado trabalho de todos os padres capitulares, dando depois por encerrado o XII Capítulo Provincial.

O dia terminou com a celebração da Missa Votiva ao Coração de Jesus, contando com a presença da comunidade religiosa do Seminário de Alfragide e dos confrades das outras comunidades dehonianas de Lisboa.

Louvemos o Senhor com a saudação que era tão peculiar do nosso Fundador: “Vivat cor Jesu!”.

 

Alexandre Santos, scj

Paulo Coelho, scj